Homepage

  • Medina nota 10 em Teahupoo; Slater e top 5 já fora da luta
    28 agosto 2019
    arrow
  • Toledo ascendeu à liderança virtual do ranking, Mas Jordy Smith e Gabriel Medina ainda poderão terminar a etapa de amarelo.
  • Foi uma tarde/noite em cheio para os fãs do surf mundial! O prometido swell chegou com força a Teahupoo e ofereceu ação do melhor, daquela que já há algum tempo não se via no WCT. Foi uma verdadeira maratona de tubos, madrugada dentro, com muitas notas a roçar a perfeição, eliminações surpresas e um nome a destacar-se entre todos os outros: Gabriel Medina.

    Com a manhã a oferecer logo tubos de qualidade, mas ainda longe do tamanho que viríamos da parte da tarde, e onde a ação atingiu o apogeu, as primeiras eliminações entre os candidatos ao título foram acontecendo logo na 3.ª ronda, incluindo o líder mundial Kolohe Andino, que foi derrotado pelo surpreendente wildcard local Kauli Vaast.

    A Kolohe, na lista de derrotados, juntaram-se Kanoa Igarashi, que cedeu no primeiro heat do dia frente a um super Jadson, mas também Italo Ferreira, que apesar de ter estado em boa forma, acabou por perder um super heat frente ao compatriota Adriano de Souza. Quem conseguiu superar esta ronda foi Filipe Toledo, mesmo depois de ter sofrido bastante frente a Jesse Mendes. Um triunfo que valeu a Toledo a liderança virtual do ranking.

    Até ao final da ronda, assistiu-se a boas prestações de Gabriel Medina, que começava a mostrar a sua habitual dominância nesta onda, Seth Moniz, um Caio Ibelli muito em sintonia com o mar e ainda Jack Freestone. O australiano venceu a última bateria do dia frente ao rei Kelly Slater, quando o mar já tinha começado a rugir.

    Voltando a Toledo, as contas ainda não estão fechadas. Isto porque o brasileiro acabou eliminado nos oitavos-de-final, depois de um heat em que praticamente não marcou presença, limitando-se a ver Seth Moniz a dominar. Este foi um resultado de várias faces, pois deixa a lycra amarela ainda em jogo para o dia final deste Tahiti Pro e colocou o havaiano na luta pela vaga olímpica de Slater – se Moniz avançar às meias-finais ultrapassa Slater no ranking.

    Para já, Jordy Smith, atual número 6 do ranking, é o surfista melhor posicionado para ascender à liderança, ele que tem estado silencioso mas letal, tendo eliminado Julian Wilson nos oitavos-de-final. Ainda assim, Jordy terá pela frente um osso duro de roer na próxima ronda, nada mais nada menos que Adriano de Souza. O brasileiro tem sido uma agradável surpresa e parece estar de regresso ao melhor ritmo.

    Contudo, todas as atenções estão centradas em Gabriel Medina, que, apesar de ter chegado a Teahupoo no 7.º posto, ainda tem possibilidades de alcançar a liderança nesta etapa – o que seria, diga-se, surreal. Medina foi o rei do dia, principalmente depois da prestação frente a Griffin Colapinto nos oitavos-de-final. Duas ondas apenas surfadas e uma combinação de luxo no norte-americano, graças a um 9,23 e ao primeiro 10 do campeonato. Medina surfa esta esquerda como ninguém, sendo mais rápido e ficando mais deep que todos os outros.

    No entanto, o grande obstáculo do campeão mundial para revalidar o título em Teahupoo aparecerá já nos quartos-de-final, naquilo que será uma verdadeira final antecipada frente ao francês Jeremy Flores. Curiosamente, no heat anterior ao de Medina, Flores já tinha ameaçado a primeira nota 10, com uma verdadeira bomba que lhe valeu 9,93 pontos. Medina e Jordy são mesmo os únicos tops 10 ainda em prova. Segue-se Owen Wright (12.º) que no primeiro heat dos quartos-de-final vai enfrentar Jadson Andre, depois de ter protagonizado o heat do dia frente a Michel Bourez.

    Para acabar o dia, Caio Ibelli voltou a estar em grande forma, eliminando Jack Freestone e marcando encontro com Seth Moniz nos quartos-de-final. Para acabar em beleza houve o heta entre os irmãos Hobgood, com Damien a levar a melhor sobre CJ. A ação regressa já esta quarta-feira para o dia final do Tahiti Pro. Serão quatro horas de ação apenas, mas com os tubos a prometerem continuar a bombar em Teahupoo.

    Tahiti Pro Teahupo’o pres. by Hurley Round of 32 Results:
    HEAT 1: Jadson Andre (BRA) 12.16 DEF. Kanoa Igarashi (JPN) 9.00
    HEAT 2: Deivid Silva (BRA) 10.10 DEF. Adrian Buchan (AUS) 9.34
    HEAT 3: Owen Wright (AUS) 12.73 DEF. Soli Bailey (AUS) 12.36
    HEAT 4: Michel Bourez (FRA) 11.60 DEF. Sebastian Zietz (HAW) 11.23
    HEAT 5: Adriano de Souza (BRA) 17.87 DEF. Italo Ferreira (BRA) 16.83
    HEAT 6: Joan Duru (FRA) 14.67 DEF. Willian Cardoso (BRA) 1.43
    HEAT 7: Jordy Smith (ZAF) 13.20 DEF. Ricardo Christie (NZL) 7.74
    HEAT 8: Julian Wilson (AUS) 14.57 DEF. Yago Dora (BRA) 5.27
    HEAT 9: Kauli Vaast (FRA) 14.50 DEF. Kolohe Andino (USA) 12.16
    HEAT 10: Jeremy Flores (FRA) 10.27 DEF. Wade Carmichael (AUS) 8.74
    HEAT 11: Griffin Colapinto (USA) 18.10 DEF. Ryan Callinan (AUS) 14.07
    HEAT 12: Gabriel Medina (BRA) 14.03 DEF. Ezekiel Lau (HAW) 10.00
    HEAT 13: Filipe Toledo (BRA) 12.00 DEF. Jesse Mendes (BRA) 11.07
    HEAT 14: Seth Moniz (HAW) 14.67 DEF. Peterson Crisanto (BRA) 9.66
    HEAT 15: Caio Ibelli (BRA) 17.73 DEF. Conner Coffin (USA) 16.96
    HEAT 16: Jack Freestone (AUS) 17.17 DEF. Kelly Slater (USA) 14.20

    Tahiti Pro Teahupo’o pres. by Hurley Round of 16 Results
    HEAT 1: Jadson Andre (BRA) 18.23 DEF. Deivid Silva (BRA) 11.84
    HEAT 2: Owen Wright (AUS) 18.50 DEF. Michel Bourez (FRA) 18.10
    HEAT 3: Adriano de Souza (BRA) 17.50 DEF. Joan Duru (FRA) 9.27
    HEAT 4: Jordy Smith (ZAF) 13.54 DEF. Julian Wilson (AUS) 10.83
    HEAT 5: Jeremy Flores (FRA) 15.76 DEF. Kauli Vaast (FRA) 13.66
    HEAT 6: Gabriel Medina (BRA) 19.23 DEF. Griffin Colapinto (USA) 15.43
    HEAT 7: Seth Moniz (HAW) 16.40 DEF. Filipe Toledo (BRA) 6.17
    HEAT 8: Caio Ibelli (BRA) 18.64 DEF. Jack Freestone (AUS) 15.83

    Tahiti Pro Teahupo’o pres. by Hurley Quarterfinal Matchups:
    HEAT 1: Jadson Andre (BRA) vs. Owen Wright (AUS)
    HEAT 2: Adriano de Souza (BRA) vs. Jordy Smith (ZAF)
    HEAT 3: Jeremy Flores (FRA) vs. Gabriel Medina (BRA)
    HEAT 4: Seth Moniz (HAW) vs. Caio Ibelli (BRA)

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Outras Notícias Relacionadas