Homepage

  • De 912.º ao top 100 em meses. A segunda vida de um campeão mundial
    03 julho 2019
    arrow
  • Após vários anos de luta inglória no WQS, numa altura em que, admite, se sentiu “acomodado”, Matheus acabou por perder o patrocinador principal.
  • Quando, em meados de 2012, conquistou a medalha de ouro no Mundial Júnior da ISA, disputado no Panamá, depois de ter batido na final o compatriota e atual membro do WCT Deivid Silva (prata) e o português Vasco Ribeiro (bronze), muitos antecipavam um futuro brilhante para Matheus Navarro. Contudo, o trajeto que se previa glorioso acabou por se revelar cheio de obstáculos.

    Apesar de todo o potencial demonstrado, o sucesso tardou a chegar e a carreira do jovem surfista brasileiro, que fazia parte do fortíssimo team da Oakley, orientado pelo carismático Pinga, acabou por entrar no abismo. “A minha vitória nos ISA foi um momento muito marcante”, começa por dizer-nos. “Até àquele momento estava a dar tudo certo. Estava a dar-me bem nos eventos, já tinha tido um 2.º lugar num WQS na Argentina e um 3.º lugar na China. Mas os anos foram passando…”, lembra o surfista catarinense.

    Após vários anos de luta inglória no WQS, numa altura em que, admite, se sentiu “acomodado”, Matheus acabou por perder o patrocinador principal, dedicando-se nos últimos anos mais ao freesurf. “Fiquei praticamente dois anos sem patrocínio. Algo que fez com que deixasse de entrar nos campeonatos, porque era bastante caro viajar”, explica.

    Passou-se algum tempo sem autocolante no bico da prancha, até que conseguiu finalmente um apoio no seu país. “No final de 2017 acabei por conseguir fechar um acordo com a Oceano Surfwear, uma marca brasileira que me patrocinava para fazer apenas freesurf”, sublinha Matheus Navarro.

    Esta situação fez com que em 2018 terminasse a temporada como número 912 mundial, numa carreira competitiva que, aos 23 anos, parecia sem retorno à vista. No entanto, durante uma das muitas viagens que fez, o talentoso surfista canarinho acabou por receber uma nova reviravolta na carreira. Depois de nas duas últimas temporadas ter feito apenas um total de 3 campeonatos, em 2019 decidiu aventurar-se novamente no WQS devido a um valioso conselho.

    “Comecei a viajar mais para fazer vídeos e fotos, até que numa dessas viagens, às Mentawai, um amigo que estava comigo no barco viu-me surfar, ficou impressionado e, como tinha uma empresa grande [Inspire], disse-me que tinha que voltar a competir. Ele deu-me um patrocínio, que foi um apoio determinante para voltar a competir no WQS”, conta-nos.

    Ao segundo campeonato que fez, em Cocoa Beach, na Florida, em meados de março, Navarro conquistou logo o primeiro triunfo em provas da WSL. A carreira e a confiança estavam de novo na mó de cima e volvidas algumas semanas, ao quinto campeonato disputado, surgiu nova vitória num QS1500, desta vez na Argentina. Melhor regresso seria impossível. “Está a ser um ano muito especial”, admite Matheus Navarro.

    Os dois triunfos catapultaram o surfista brasileiro bem para dentro do top 100 mundial – ocupa atualmente o 67.º posto - e tiveram o condão de despertar novamente o sonho de entrar na elite mundial. “Estou a conquistar novamente o meu espaço no WQS, a subir degrau a degrau. Mas o meu objetivo é, definitivamente, chegar ao WCT. É só nisso que penso. Resta-me continuar a trabalhar. Tenho de treinar, treinar e treinar até chegar lá”, promete.

    Após começar a temporada com um seeding muito baixo, que não lhe permitia entrar nos principais eventos, Matheus Navarro já se prepara para competir nos QS10000 da segunda metade da época, incluindo o da Ericeira, onde já esteve a competir no Mundial Júnior de 2014. E a partir daí tudo pode acontecer! “Graças a Deus que houve um novo horizonte para mim. Agora, só tenho de agarrar esta nova oportunidade”, remata o surfista brasileiro.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Galeria
Outras Notícias Relacionadas