Homepage

  • Martim Paulino elimina super favorito e alcança meias-finais na Austrália  
    16 julho 2019
    arrow
  • O jovem Dakoda Walters vinha de quatro finais consecutivas neste circuito, tendo sido mesmo o vencedor das últimas três etapas. Mas, desta vez, Walters esbarrou no talento português.
  • A aventura australiana de Martim Paulino segue de vento em popa, depois de esta madrugada de terça-feira ter alcançado as meias-finais do Skullcandy Pro Junior, evento do Pro Junior da WSL Australasia, que decorre nas ondas de Nova Gales do Sul e que reúne os melhores juniores australianos.

    O jovem surfista português aproveitou a presença na Austrália, onde foi 7.º classificado no Billabong Occy Groms Comp, para entrar em ação mais uma vez numa prova do circuito Pro Junior e está a dar-se muito bem. Depois de no dia inaugural do campeonato ter conseguido avançar duas rondas, agora Martim brilhou rumo às meias-finais.

    Com apenas três surfistas não australianos a garantirem a presença nos quartos-de-final – a Martim Paulino juntou-se ainda um havaiano e um neozelandês – o português destacou-se num heat super disputado e com pontuações bem altas, onde o triunfo sorriu ao kiwi Tane Bowden, com 17,27 pontos num máximo de 20.

    Martim, por sua vez, teve de se superar para bater a restante concorrência pelo último lugar de qualificação. Com 15,90 pontos, depois de ter surfado apenas três ondas, com as melhores a serem um 8,57 e um 7,33, o júnior português superou os 15,34 de Dakoda Walters, que teve a melhor onda do heat (9,57 pontos) e ainda os 14,50 de Joel Vaughan.

    O feito de Martim Paulino é ainda maior tendo em conta que deixou pelo caminho o líder e grande candidato ao título do Pro Junior da Australasia. O jovem Dakoda Walters vinha de quatro finais consecutivas neste circuito, tendo sido mesmo o vencedor das últimas três etapas. Mas, desta vez, Walters esbarrou no talento português, deixando as contas do título em aberto para a última etapa do circuito.

    Garantida a presença no dia final do evento australiano, Martim terá agora pela frente uma meia-final muito equilibrada, onde mede forças novamente com o neozelandês Tane Bowden, mas também com os australianos Kai Tandler e Jai Glindeman. A ação deverá arrancar por volta das 22 horas em Portugal Continental.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram