Homepage

  • Miguel Blanco consegue entrada “in extremis” no US Open
    26 junho 2019
    arrow
  • O campeão nacional em título ocupa atualmente o top 80 do ranking e a entrada direta nestas duas provas vão dar a oportunidade de conseguir ir ao Havai.
  • Fê-lo para Ballito, na África do Sul, onde a partir do dia 1 de julho se inicia o primeiro QS10000 da temporada. E agora volta a conseguir a entrada no US Open of Surfing, um dos mais reputados campeonatos de surf do Mundo e aquele que tem por tradição o maior prize-money do surf mundial. Por um lugar apenas, Miguel Blanco conseguiu a entrada no segundo QS10000 da temporada e Portugal vai com três representantes para a Califórnia.

    Blanco vai assim juntar-se a Frederico Morais e Vasco Ribeiro na prova que decorre na histórica praia de Huntington Beach. Isto porque o 120.º posto em que terminou o ranking de 2018 lhe garantiu a última vaga direta – mesmo que ficasse na lista de alternates deveria conseguir a entrada em virtude desistências de última hora.

    O campeão nacional em título ocupa atualmente o top 80 do ranking e a entrada direta nestas duas provas vão dar a oportunidade de pontuar para se afirmar bem dentro do top 100 mundial, continuando a entrar diretamente para os QS10000 na segunda metade do ano. Algo que chegou a conseguir no ano passado, mas por pouco tempo, por culpa da escassez de provas de pontuação máxima – apenas entrou na da Ericeira.

    Em 2019 as coisas parecem estar a correr melhor a Blanco, sobretudo depois do 17.º posto alcançado no QS6000 de Fernando de Noronha, no Brasil, e do 13.º conseguido num QS3000 em Iquique, no Chile. Se continuar a conseguir resultados expressivos não só irá manter-se entre o top 100 mundial e as provas QS10000 da segunda metade do ano, como ainda garantirá vaga para disputar a sua primeira Triple Crown havaiana da carreira.

    Mas a prova californiana e a de Ballito serão igualmente importantes para Frederico Morais, que procura a requalificação para ao WCT, sendo ele o melhor português do ranking WQS, onde ocupa atualmente o 26.º posto, e para Vasco Ribeiro, atualmente no 34.º lugar. Após ter falhado a qualificação por muito pouco em 2018, Vasco continua este ano a procurar uma histórica qualificação, depois de na primeira metade da época já ter conseguido dois 5.ºs lugares, ambos em Portugal, no QS3000 de Santa Cruz e QS3000 da Caparica.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram