Homepage

  • John John vence em Margaret River a caminho do tri
    04 junho 2019
    arrow
  • Já na prova feminina o cenário foi bem diferente, pois foi a norte-americana Lakey Peterson a vencer o evento do oeste australiano, acabando por reduzir distâncias para a frente.
  • Se alguém tinha dúvidas, John John Florence fez questão de confirmar que está mesmo de regresso à melhor forma. Depois de vencer em Bells Beach o surfista havaiano dominou novamente a concorrência para vencer o Margaret River Pro, a quarta etapa do World Tour 2019, ficando bem lançado na corrida ao título mundial, que seria o terceiro da carreira.

    Num dia final marcado por mais um avistamento de tubarão, desta vez por parte de Julian Wilson durante as meias-finais, John John esteve imune a toda a pressão, começando por levar a melhor num duelo equilibrado frente à grande surpresa do campeonato, o brasileiro Caio Ibelli.

    Na outra meia-final Kolohe Andino bateu Julian e confirmou um grande arranque de temporada, embora por vezes “silencioso”. Sem grande aparato o californiano conseguiu marcar encontro com John John na final. E Kolohe até esteve em bom nível, mas a verdade é que Florence é de outro campeonato e arrecadou o triunfo graças a um incrível score de 18,50.

    Além de segurar a licra amarela, John John garantiu uma fuga à principal concorrência, agora liderada, precisamente, por Kolohe, mas já a cerca de 6 mil pontos de distância. O brasileiro Italo Ferreira fecha o top 3. Destaque ainda para o 6.º lugar de Toledo, já a mais de 10 mil pontos, o 9.º de Kelly Slater e ainda o dececionante 12.º de Medina, que tem um atraso de 15 mil pontos.

    Já na prova feminina o cenário foi bem diferente, pois foi a norte-americana Lakey Peterson a vencer o evento do oeste australiano, acabando por reduzir distâncias para a frente. Peterson começou por bater Carissa Moore nas meias-finais, acabando com a possibilidade da havaiana em ficar na liderança do ranking, batendo depois Tatiana Weston-Webb na final.

    Agora, o WCT segue para o Rio de Janeiro, onde se disputa a quinta etapa já no final deste mês. Se John John tem a missão de tentar manter a regularidade para não deixar aproximar a concorrência, no circuito feminino as contas estão mais equilibradas, com Stephanie Gilmore a conseguir manter a liderança do ranking mundial após esta etapa, mas com menos de mil pontos de vantagem sobre Caroline Marks (2.ª) e Carissa Moore (3.ª).

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram