Homepage

  • Galiza vai receber super evento da WSL no verão
    22 maio 2019
    arrow
  • Este ano Doniños junta-se a Pantín para receber duas provas de estatuto QS10000 e com prize Money igual para homens e mulheres.
  • Em 2019 o circuito WQS está a apresentar várias novidades e uma delas, talvez até a maior, vai acontecer aqui bem perto, na Galiza, com a realização de um super evento, que promete ser o equivalente na Europa ao que acontece em Huntington Beach, na Califórnia, durante o US Open of Surfing.

    O Galicia Surf Pro já era uma das paragens mais tradicionais do circuito, tendo um evento de estatuto máximo de qualificação feminino e um campeonato menor masculino. Contudo, este ano irá receber duas provas de estatuto QS10000 e com prize Money igual para homens e mulheres – será a estreia de evento QS10000 nas mulheres.

    Mas as novidades não se ficam por aqui, pois aquele que é um dos eventos mais velhos do surf europeu, contando com uma história ininterrupta de cerca de 30 anos, irá passar a disputar-se em dois palcos. Além da mítica praia de Pantín, onde se realiza habitualmente, a ação também poderá acontecer em Doniños.

    Este foi o resultado de um acordo que vai funcionar nos próximos três anos. Estas novidades foram apresentadas na terça-feira, numa conferência de imprensa que decorreu num dos maiores símbolos da cultura galega, a cidade de Santiago de Compostela, e que contou com a presença de Francisco Spínola, diretor geral da WSL Europa, Médio Oriente e África, e também do nosso bem conhecido Gony Zubizarreta, que, apesar de ser galego, reside em Portugal.

    “O Galicia Surf Pro vai tornar-se, claramente, o maior evento de surf da Europa, graças à realização destes dois eventos QS10000”, começou por dizer Spínola. “A Xunta de Galicia foi fundamental para este processo devido ao apoio que deu ao evento e estamos prontos para mostrar esta região ao Mundo. Isto também é muito bom para os surfistas europeus, que poderão competir num grande evento sem ter de viajar muito”, frisou.

    Já para Gony esta é uma excelente notícia. “A opção de ir para Doniños é excelente, pois as ondas lá costumam super manobráveis e eu adoro a praia. Estou muito grato à Galiza por apoiar o surf desta maneira e por continuar a fazê-lo ano após ano”, explicou o vencedor da Liga MEO Surf em 2018.

    A juntar a tudo isto, o Galicia Surf Pro vai ainda contar com um novo QS6000 do circuito de qualificação mundial de Longobard. Com as etapas QS6000 em estreia este ano, a Galiza vai assim receber o único evento desse estatuto nas ondas europeias – os outros acontecem em Noosa, na Austrália, Nova Iorque, nos Estados Unidos, e Taiwan.

    Este verdadeiro festival de surf, que contará com inúmeras atividades fora de água em paralelo ao campeonato, tem início marcado para 28 de agosto e desenrola-se até 7 de setembro, afirmando-se, assim, como uma prova de extrema importância para a qualificação para o WCT do próximo ano.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram