Homepage

  • Vasco Ribeiro melhor que Kelly Slater na estreia em Sydney
    20 março 2019
    arrow
  • Vasco Ribeiro conseguiu o segundo melhor score do dia. Melhor que ele apenas o australiano Jacob Willcox.
  • O terceiro dia de ação no QS6000 de Sydney não foi de todo positivo para os surfistas portugueses em prova. No entanto, à parte das duas eliminações sofridas na prova masculina, Vasco Ribeiro salvou, esta madrugada de quarta-feira, a honra nacional e brilhou mesmo com uma das melhores performances do dia, avançando para a 3.ª ronda do evento australiano.

    Numa jornada em que Kelly Slater roubou todas as atenções fora de água pela sua primeira participação num WQS com ondas de WQS em muitos anos – tanto assim foi que nas fotos lançadas pela WQS o 11 vezes campeão mundial surge em mais de 90 por cento das mesmas… -, dentro de água o surfista português acabou por estar uns furos bem acima da super estrela norte-americana.

    Vasco venceu o heat 14 com um score de 15,50, graças às duas últimas ondas surfadas no heat, onde obteve 8,00 pontos e 7,50. O surfista da Poça deixou o havaiano Josh Moniz (11,90) no 2.º posto e ajudou a eliminar o costarriquenho Carlos Muñoz (9,80) e o taitiano O’Neill Massin (9,26). Melhor que Vasco Ribeiro apenas o australiano Jacob Willcox, com 16,27 pontos no heat 8.

    Quem também venceu o heat de estreia foi Kelly Slater, mas com bem menos brilhantismo. Os 11,27 pontos somados chegaram para Slater vencer a disputa frente ao espanhol Vicente Romero, que também seguiu em frente, ao brasileiro Victor Bernardo e ao marroquino Ramzi Boukhiam.

    A competir numa prova que venceu no longínquo ano de 2004, Slater admitiu após o heat que neste tipo de mar pequeno “as diferenças entre surfistas são reduzidas e apanhar a melhor onda” acaba por ditar o desfecho dos heats. Além disso, esta participação deve-se em muito ao sonho olímpico de Slater. O rei já assumiu mesmo que se conseguir vai marcar presença em Tóquio’2020.

    Voltando a Vasco Ribeiro, nem as condições de mar bem pequenas, tradicionais desta época do ano na Austrália, impediram Vasco Ribeiro de brilhar bem alto na sua estreia em Manly Beach. Depois de ter sido o português a chegar mais longe na prova masculina em Newcastle, Vasco repete agora essa faceta em Sydney, uma vez que Frederico Morais e Miguel Blanco foram eliminados nesta 2.ª ronda.

    Kikas foi o primeiro a entrar em ação no heat 4, passando grande parte da bateria na frente. Contudo, depois de ter sido passado pelo norte-americano Nat Young (13,73) na segunda metade do heat viu ainda o japonês Reo Inaba (12,67) garantir a qualificação na última onda. Os 11,24 pontos de Frederico ficaram apenas acima dos 9,43 do indonésio Rio Waida.

    Já Miguel Blanco competiu no 23.º e penúltimo heat da ronda, onde sentiu grandes dificuldades perante as condições do mar. Depois de ter passado a ronda inaugural com grande distinção, na véspera, Blanco conseguiu hoje apenas 5,50 pontos. O português viu o australiano Liam O’Brien vencer a disputa, com 11,93 pontos, seguindo-se o brasileiro Weslley Dantas, com 11,03 pontos.

    Portugal encontra-se ainda representado por Teresa Bonvalot e Carol Henrique na prova feminina deste QS6000 de Sydney, que acabou por não entrar na água esta quarta-feira. Amanhã poderá ser dia das raparigas regressarem à água. Tal como Vasco Ribeiro, que vai estar no heat 7, onde mede forças com o norte-americano Cole Houshmand, o japonês Hiroto Ohhara e o australiano Jackson Baker.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram