Homepage

  • Portugueses já estão em ação na Austrália
    23 janeiro 2019
    arrow
  • Após a eliminação de Hugo Cardoso no dia inaugural, Afonso Antunes e Raul Bormann são agora os membros que restam em prova da armada lusa.
  • Arrancou esta quarta-feira a famosa perna australiana do WQS. O tiro de partida foi dado com um modesto QS1000, que se disputa na praia de Maroubra, em Sydney, mas que terá atenções redobradas para as cores nacionais, uma vez que a armada lusa se encontra representada por três surfistas na prova masculina.

    No primeiro dia de prova realizou apenas a ronda inaugural, onde o jovem Hugo Cardoso acabou por ser eliminado, deixando assim a representação lusa entregue a Afonso Antunes e Raul Bormann, surfistas que só irão estrear-se na 2.ª ronda, em virtude de terem estatuto de top seeds.

    Cardoso esteve em ação logo no heat 2 da ronda inaugural, onde sentiu algumas dificuldades para impor o seu surf, terminando a bateria com um score de 5,70 pontos. O triunfo acabou por sorrir ao australiano Bradley Gordon, com 9,50 pontos, com o compatriota Noah Munro (8,95) a também seguir em frente. À frente de Hugo Cardoso, mas também eliminado, ficou outro aussie, Elliot Lynch (8,20).

    Com a realização da ronda inaugural, Afonso Antunes e Raul Bormann conhecem já os adversários na fase seguinte deste Carve Pro. Antunes será o primeiro a entrar em ação e terá uma difícil tarefa pela frente, naquela que será a estreia em campeonatos do WQS na Austrália.

    Afonso está colocado no heat 11, com os australianos Shane Campbell, campeão em título deste evento, Xavier Huxtable, vencedor do primeiro Pro Junior australiano da temporada, onde eliminou o jovem português, e Chris Friend, um experiente ex-top 100 mundial que está de regresso ao WQS.

    Já Raul Bormann entra em cena dois heats depois e terá pela frente a concorrência dos australianos Mitch Crews, ex-top do WCT, e Connor Lee, além do britânico Miles Lee-Hargreaves. Os dois primeiros de cada heat avançam para a 3.ª ronda, onde já só estarão em prova os 32 melhores surfistas.

    Apesar de ter estatuto mínimo (QS1000), o Carve Pro reúne muitos talentos da nova geração australiana, sendo que conta igualmente em competição com vários nomes que já fizeram parte da elite do surf mundial. A par de Mitch Crews os grandes cabeças de cartaz os australianos Stu Kennedy e Connor O’Leary, este último rookie do ano do WCT 2017, e ainda o havaiano Keanu Asing.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Outras Notícias Relacionadas