Homepage

  • Medina campeão mundial e Pipe Masters no mesmo dia
    18 dezembro 2018
    arrow
  • Aos 24 anos, o surfista brasileiro entra num restrito lote de surfistas, ficando apenas a um título de igualar nomes lendários do surf mundial como Andy Irons, Mick Fanning ou Mark Richards.
  • Gabriel Medina conquistou o título mundial de 2018 na noite desta segunda-feira, durante o Billabong Pipe Masters, a última etapa do World Tour 2018. Foi o segundo título mundial da carreira para o surfista brasileiro, que não se deu por contente e ainda conquistou a etapa havaiana pela primeira vez na carreira.

    Medina tornou-se assim o primeiro brasileiro a ser bicampeão mundial, depois de já ter vencido o título em 2014. Foi a terceira vez que o Brasil conseguiu terminar o ano com um surfista no topo, depois do próprio Medina e de Adriano de Souza, em 2015. A conquista foi confirmada com a passagem às meias-finais em Pipeline.

    Gabriel Medina não tremeu ao longo do evento, mostrando-se irredutível, e no dia final lançou-se muna prestação praticamente perfeita. Além de ter alcançado várias notas excelentes, Medina colecionou ainda um 10. Quer fosse para Pipe ou para Backdoor, o brasileiro mostrou ser, de longe, o surfista em melhor forma nas ondas havaianas.

    O triunfo sobre Jordy Smith nas meias-finais deu início aos festejos e impediu Julian Wilson de continuar a lutar pelo título. O australiano bateu Kelly Slater nas meias-finais e repetiu o duelo de 2014 na final do Pipe Masters. Mas, desta vez, Medina não deixou a vitória escapar, tornando-se mesmo Pipe Masters.

    Ainda antes da final e após a confirmação do título de Gabriel, os dois surfistas que têm uma das maiores rivalidades do surf atual, deram um forte abraço dentro de água, numa das imagens mais fortes do dia final do WCT 2018 e que só prestigia o surf como desporto.

    Gabriel Medina igualou ainda John John Florence, que também soma dois títulos mundiais, neste caso o de 2016 e 2017. Medina sucedeu ao havaiano, que ficou de fora por lesão durante grande parte da temporada. Aos 24 anos, o surfista brasileiro entra num restrito lote de surfistas que foram campeões em mais que uma ocasião, ficando apenas a um título de igualar nomes lendários do surf mundial como Andy Irons, Mick Fanning ou Mark Richards.

    Entre os outros vencedores do dia, destaque para Jesse Mendes, que venceu a Triple Crown, e para Coco Ho, que foi a vencedora do Women’s Invitational.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Galeria