Homepage

  • Vasco e Kikas a postos em Haleiwa
    12 novembro 2018
    arrow
  • Frederico Morais e Vasco Ribeiro são, para já, os únicos portugueses que garantiram entrada no Hawaiian Pro, mas Miguel Blanco ainda espera por uma oportunidade de última hora.
  • É já esta segunda-feira – início da noite em Portugal – que arranca a grande batalha pela qualificação para o World Tour 2018. O QS10000 Hawaiian Pro, que se disputa em Haleiwa, marca o início da mítica Triple Crown havaiana e a armada lusa não poderia deixar de estar representada neste decisivo evento.

    Frederico Morais e Vasco Ribeiro são, para já, os únicos portugueses que garantiram entrada no Hawaiian Pro, mas Miguel Blanco ainda espera por uma oportunidade de última hora, uma vez que se encontra no 5.º lugar na lista de alternates. Entretanto, já são conhecidos os heats das primeiras rondas do campeonato, sendo que Vasco apenas se estreia na 2.ª ronda e Kikas na 3.ª.

    Consulte aqui a lista de heats.

    Atualmente no 23.º posto do ranking do WQS, bem na luta por um lugar no WCT do próximo ano, Vasco Ribeiro vai entrar em ação no heat 8 da 2.ª ronda, onde terá pela frente o jovem talento havaiano Barron Mamiya e mais dois surfistas vindos da ronda inaugural. O surfista da Poça vai tentar um resultado forte neste primeiro de dois QS10000 para tentar chegar-se ainda mais à frente no ranking e, até, entrar em lugares de qualificação.

    Já Frederico só se vai estrear no heat 2 da 3.ª ronda, onde já estarão em prova todos os cabeças-de-série da etapa havaiana. Kikas terá a companhia de Jesse Mendes nessa bateria, assim como de mais dois surfistas vindos da ronda anterior. O surfista de Cascais procura, igualmente, um bom resultado que o possa colocar mais próximo da frente do ranking – está atualmente no 45.º posto, ele que no World Tour ainda procurar carimbar a continuidade para a próxima temporada.

    A poucas horas do início da janela de espera, cujas condições prometem muita ação nos primeiros dias, resta lembrar o histórico positivo dos portugueses nas ondas havaianas. Kikas já foi mesmo vice-campeão em Haleiwa em 2016, repetindo o feito em Sunset para alcançar a qualificação para o WCT. Vasco também já mostrou bom surf e conseguiu bons resultados no Havai, onde as ondas se adequam na perfeição ao surf da armada lusa.