Homepage

  • Billy Kemper faz o tri em Jaws
    28 novembro 2018
    arrow
  • Prova foi claramente dominada pelos havaianos. A exceção na final foi Grant “Twiggy” Baker, que depois da vitória alcançada na Nazaré conseguiu segurar a liderança do ranking mundial.
  • Billy Kemper é o surfista do momento. Depois da nota 10 com que marcou o arranque da ação no QS10000 de Sunset Beach, o surfista havaiano rumou rapidamente até Maui, trocou a shortboard por uma gun e limpou a concorrência, esta madrugada, no Pe’ahi Challenge, a segunda etapa da temporada 2018/19 do Big Wave Tour. O campeão mundial de ondas grandes em título subiu, assim, à vice-liderança do BWT.

    Esta foi a terceira vitória de Kemper nas míticas e temidas ondas de Jaws, o que demonstra bem o domínio que o atirado big rider havaiano possui neste tipo de condições. Na final, Billy Kemper teve uma disputa equilibrada com outro dos “locals” de Jaws, Kai Lenny. O mais completo waterman do surf mundial conseguiu a melhor nota da final, mas acabou no 2.º posto.

    O top 3 foi fechado pelo também local Albee Layer, enquanto o 4.º posto pertenceu a Tyler Larronde. Esta prova foi claramente dominada pelos havaianos, que tiveram ainda Koa Rothman no 6.º e último posto desta final. A exceção foi o 5.º posto de Grant “Twiggy” Baker, que depois da vitória alcançada na Nazaré conseguiu segurar a liderança do ranking mundial.

    Foi só ao segundo dia que o Pe’ahi Challenge foi terminado depois de na véspera ter sido coroada Keala Kennelly como vencedora da prova feminina e de se ter realizado apenas um heat da prova masculina. As condições estiveram bem pesadas, o que levou a WSL a colocar a prova em pausa para o dia seguinte, dando então lugar ao free surf, onde Kai Lenny brilhou entre os demais.

    Em relação aos portugueses, Alex Botelho esteve em prova logo no dia inaugural, terminando no 5.º posto do heat. Já João de Macedo já só entrou em prova ontem e não fez melhor que o compatriota, perdendo no 6.º e último posto do heat 4. Alex terminou a prova no 17.º posto e conseguiu manter-se no top 10 mundial, ocupando o 7.º posto. Já “Massas” é o 11.º classificado, apenas a um lugar do “cut”.

    As contas da qualificação serão decididas na mítica onda de Mavericks, em Half Moon Bay, Califórnia, onde irá realizar-se o regressado Mavericks Challenge. Alex Botelho tem lugar assegurado na prova, uma vez que esta temporada faz parte da elite mundial de ondas grandes. Já Macedo, que é praticamente um local em Mavericks, terá de esperar por um wildcard. O período de espera da etapa vaia té final de março de 2019.

    Entretanto, Billy Kemper deverá regressar para a ilha de Oahu, de forma a poder retomar a competição em Sunset Beach. O pesado swell que chegou ao Havai fez com que o QS10000 de Sunset estivesse parado nos últimos dois dias, devendo retomar já esta quarta-feira. E Kemper estará no heat do nosso Vasco Ribeiro na 2.ª ronda…

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram