Homepage

  • Conhecido o segundo wildcard para Peniche
    10 outubro 2018
    arrow
  • Jovem brasileiro vai competir pela segunda vez na carreira num evento do WCT e até se poderá juntar ao irmão Miguel.
  • Está desfeito o mistério! A Rip Curl anunciou na noite de terça-feira o nome do segundo wildcard do MEO Rip Curl Pro Portugal. O premiado foi o jovem brasileiro Samuel Pupo, que se junta ao português Miguel Blanco - wildcard MEO, por ter sido campeão nacional - na lista dos convidados para o evento que irá decorrer em Supertubos de 16 a 27 de outubro.

    Pupo é um dos mais jovens talentos do team da Rip Curl e vai poder mostrar-se entre os melhores do Mundo na etapa portuguesa do World Tour, a penúltima do ano. Depois de em 2016 ter vivido um ano meteórico no WQS, tendo terminado perto do top 50 mundial, Samuel não se tem conseguido encontrar nas duas últimas temporadas e pode ter agora uma boa rampa de lançamento para mostrar todo o seu talento.

    Membro de uma família com grande tradição surfista, o jovem talento brasileiro até poderá juntar-se ao irmão, Miguel Pupo, que é um dos substitutos do Tour e, devido às lesões de John John Florence, Kelly Slater e Caio Ibelli, é provável que tenha entrada na prova portuguesa. Além disso, falta referir que ambos são filhos de Wagner Pupo, um ex-competidor do CT.

    Sammy, como também é conhecido, tem apenas 18 anos e vai competir pela segunda vez no World Tour. A estreia de Samuel Pupo aconteceu em 2017, depois de ter sido wildcard no Rip Curl Pro Bells Beach, onde perdeu na 2.ª ronda, frente ao veterano Joel Parkinson.

    “Tive a oportunidade de competir em Bells Beach em 2017, depois de vencer os trials. Foi o meu primeiro evento do WCT e obrigou-me coisas de forma muito rápida. Ainda estou numa fase de aprendizagem, mas mal posso esperar para surfar num evento do World Tour pela segunda vez na carreira. Estou muito entusiasmado por ir competir em Portugal”, frisou Sammy ao site da Rip Curl.

    Atualmente no 112.º posto do ranking WQS, em Peniche deverá enfrentar na ronda inaugural o surfista que chegar na liderança do ranking – para já, antes de terminar em França, é Filipe Toledo -, uma vez que está pior classificado que o português Miguel Blanco, que irá no heat do vice-líder mundial – para já, é Gabriel Medina.

    Pupo sucede assim a ilustres nomes que já tiveram convite para competir na etapa portuguesa. No ano passado foi o havaiano Mason Ho a receber o wildcard, depois de Miguel Blanco o também ter recebido em 2016, quando se juntou à Rip Curl. Dillon Perillo, Bruno Santos, Jacob Willcox ou Owen Wright são outros dos surfistas que também já competiram em Peniche como wildcards da marca australiana.

    Para terminar resta lembrar que como grande cartão de visita, o mais jovem da família Pupo tem o facto de ter vencido o Quiksilver King of the Groms nos dois últimos anos, sendo que em 2018 o triunfo aconteceu no Surf Ranch Pro. Embora não seja um tube rider de excelência, Samuel é dono de um surf muito progressivo e pode fazer estragos se os beach breaks de Peniche oferecerem muitas rampas pata voar.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Galeria