Homepage

  • Kikas conhece adversários no CT de França
    30 setembro 2018
    arrow
  • Ryan Callinan e Jorgann Couzinet serão os wildcards do evento gaulês, fruto do desfecho do QS10000 da Ericeira.
  • Após várias alterações, fruto das muitas ausências confirmadas, eis que finalmente já estão disponíveis os heats do Quiksilver Pro France, nona e antepenúltima etapa do WCT 2018 e a que antecede a vinda da elite mundial a Portugal. Frederico Morais já sabe, assim, quem vai enfrentar na ronda inaugural do evento francês, cujo período de espera arranca na quarta-feira, em Hossegor.

    Kikas ficou colocado no heat 4 e vai ter pela frente um velho conhecido, que também é um dos principais candidatos ao título mundial, o australiano e número 3 do ranking Julian Wilson. O outro adversário será o brasileiro Wiggolly Dantas, um dos substitutos do Tour, que acabou por beneficiar das várias ausências.

    Ora, as baixas vão ser as mesmas das últimas etapas: o bicampeão mundial em título John John Florence, o brasileiro Caio Ibelli e ainda o 11 vezes campeão mundial Kelly Slater, embora este último tenha entrada na etapa anterior, na “sua” piscina de ondas.

    Para os seus lugares entrarão, igualmente, os nomes do costume: os suplentes Wiggolly Dantas e Miguel Pupo e ainda o australiano Mikey Wright, que apesar de não fazer parte da elite mundial está na luta pelo top 10 do ranking, depois de ter aproveitado os vários convites que foi recebendo ao longo da época.

    Quem também vai a jogo como wildcard é o australiano e ex-top do WCT Ryan Callinan. O companheiro de treinos de Kikas garantiu a vaga depois de ter vencido no sábado o EDP Billabong Pro Ericeira, etapa de estatuto QS10000 que carimbou o regresso de Callinan ao CT em 2019. O outro convidado é o francês Jorgann Couzinet, que é atualmente o melhor francês do ranking WQS.

    Couzinet vai estrear-se frente ao atual líder mundial, o brasileiro Filipe Toledo, num heat em que também está o australiano Connor O’Leary. Já Callinan enfrenta o número dois mundial Gabriel Medina, além do também brasileiro Tomas Hermes.

    Destaque ainda para a prova feminino, que também se vai realizar na mesma altura no sudoeste francês e que pode ser histórica para a australiano Stephanie Gilmore. Caso vença em França, Steph garante o título mundial de forma antecipada, igualando o recorde da compatriota Layne Beachley, com 7 títulos no currículo.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Outras Notícias Relacionadas