Homepage

  • Carol Henrique termina no top 5 em Marrocos
    07 setembro 2018
    arrow
  • A perna europeia do circuito WQS segue agora para a Ericeira, onde, de 24 a 30 de setembro, se disputa o 3.º e antepenúltimo QS10000 masculino da temporada.
  • Carol Henrique alcançou esta sexta-feira o 5.º posto no QS1500 de Casablanca, prova que decorre até domingo em Marrocos e que antecede a chegada do circuito WQS à Ericeira, onde no final do mês acontece um QS10000, mas apenas masculino. A melhor representante nacional na prova marroquina foi travada apenas nos quartos-de-final.

    Depois de ter garantido um lugar entre as oito melhores surfistas em prova, Carol competiu esta sexta-feira no heat 2 dos quartos-de-final, onde teve pela frente a espanhola Garazi Sanchez-Ortun. A rival começou a disputa mais forte, mas a surfista lusa respondeu à altura e foi por apenas 0,30 pontos que não deu a volta ao heat na última onda.

    Os 13,47 pontos de Carol Henrique acabaram por não ser suficientes contra os 13,77 da espanhola, que seguiu assim para as meias-finais. Carol teve de contentar-se com o 5.º posto final, que lhe garante 630 pontos para o ranking e ainda 500 dólares.

    Destaque ainda para o 13.º posto alcançado por Camilla Kemp e Leonor Fragoso neste campeonato, elas que haviam ficado pelo caminho na quinta-feira. O melhor português na prova masculina acabou por ser Miguel Blanco, em 33.º lugar. Eduardo Fernandes, Pedro Henrique e Pedro Coelho ficaram-se pelo 49.º posto.

    A perna europeia do circuito WQS segue agora para a Ericeira, onde, de 24 a 30 de setembro, se disputa o 3.º e antepenúltimo QS10000 masculino da temporada. Esta será uma prova decisiva para as contas finais do ano, assim como para perceber quem serão os surfistas que garantirão vaga nos campeonatos havaianos que fecham o ano.

    Os portugueses em prova vão ser Frederico Morais, Vasco Ribeiro e Miguel Blanco, que garantiram todos entraram direta. Há ainda a possibilidade de mais portugueses entrarem em prova, uma vez que ainda estão três wildcards disponíveis - dois para a organização e um para a WSL. Os outros quatro foram para surfistas internacionais: Leo Fioravanti (WSL Europa), Matt Wilkinson (WSL) e Kauli Vaast (WSL Europa).

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram