Homepage

  • Armada lusa com estreia promissora na Ericeira
    24 setembro 2018
    arrow
  • Um dos destaques do dia foi o norte-americano e rookie do WCT Griffin Colapinto.
  • Começou da melhor forma para a armada lusa o EDP Billabong Pro Ericeira, o terceiro e antepenúltimo QS10000 da temporada do WQS. Presentes no mesmo heat, tanto Miguel Blanco como Tomás Fernandes conseguiram seguir em frente, juntando-se a Frederico Morais e Vasco Ribeiro na 2.ª ronda do evento ericeirense.

    A praia de Ribeira d’Ilhas contou com condições divertidas durante esta segunda-feira, que prometem melhorar bastante para os próximos dias. A ação iniciou-se logo pelas 8 horas, mas o nevoeiro acabou por obrigar a uma pausa a meio da manhã. Só depois de a ação regressar à água Miguel e Tomás estiveram em competição.

    Foi por volta do meio-dia que os dois surfistas portugueses entraram em ação no heat 5, utilizando ambos estratégias idênticas. Com bastante conhecimento local, ambos souberam escolher bem as ondas, mostrando-se criteriosos, e geriram ainda melhor a disputa frente aos dois rivais sul-americanos, o argentino Santigo Muniz, que na semana passada conquistou o Mundial ISA pela segunda vez na carreira, e o jovem talento brasileiro Samuel Pupo.

    Blanco acabou por ser o que mais se destacou, depois de conseguir apanhar uma das melhores ondas do heat, surfando-a de forma exemplar. O jovem de Cascais recebeu 6,93 pontos e desequilibrou a contenda em relação aos restantes surfistas. Com 12,60 pontos Miguel Blanco venceu o heat e viu Tomás Fernandes ficar na 2.ª posição, com 10,47 pontos.

    Miguel Blanco conseguiu mesmo uma das melhores performances da ronda inaugural, sendo superado apenas pelo norte-americano Michael Dunphy, que venceu o heat 4 com 14,37 pontos, pelo havaiano e atual campeão mundial júnior Finn McGill (14,00), segundo no mesmo heat, e ainda pelo peruano Alonso Correa, que venceu o heat 6 com 13,33 pontos.

    A ação ainda avançou para a 2.ª ronda, mas apenas houve tempo para realizar os primeiros oito heats, pelo que não houve mais portugueses em ação à tarde em Ribeira d’Ilhas. Um dos grandes destaques no arranque da 2.ª ronda acabou por ser o norte-americano e rookie do WCT Griffin Colapinto, que conseguiu um score de 16,17 pontos, mostrando por que é um dos principais nomes em prova na Ericeira.

    Agora, esta terça-feira Ribeira d’Ilhas deverá ver os quatro portugueses em ação ao longo do dia, sendo que todos já conhecem os adversários nesta 2.ª ronda. O primeiro a entrar em cena vai ser Miguel Blanco, no heat 13, que terá pela frente o norte-americano e top do WCT Kanoa Igarashi, o havaiano Josh Moniz e o australiano Soli Bailey. Todos eles já competiram em Ribeira d’Ilhas antes, pelo que se prevê um heat bastante interessante.

    No heat 15 será a vez de Tomás Fernandes regressar à água, ele que irá medir forças com o brasileiro e top do WCT Jesse Mendes, o italiano e ex-top do WCT Leo Fioravanti e o costarriquenho Noe Mar McGonagle. No heat 21 está Frederico Morais, que se irá estrear frente ao francês Charly Martin, ao australiano e ex-top do WCT Davey Cathels e ao brasileiro Lucas Silveira, que em 2015 se sagrou campeão mundial júnior aqui mesmo em Ribeira d’Ilhas.

    Por fim, Vasco Ribeiro vai ser o último português a entrar em cena, competindo no 24.º e último heat da ronda. Os adversários serão os brasileiros Willian Cardoso, atual top do WCT, e Flavio Nakagima e ainda o australiano Kalani Ball. Vasco tenta começar em grande, num palco onde se sagrou campeão mundial júnior em 2014.

    A ação pode ser acompanhada em www.worldsurfleague.com.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram