Homepage

  • Slater a postos para o regresso em Bali
    22 maio 2018
    arrow
  • Lista de heats da ronda inaugural da quinta etapa do World Tour 2018 já é conhecida e Frederico Morais já sabe contra quem se vai estrear.
  • A apenas cinco dias do arranque da quinta etapa do World Tour 2018 a expectativa é grande, até porque na lista provisória de heats do Corona Bali Pro surge o nome de Kelly Slater, o que faz antever um regresso à competição do 11 vezes campeão mundial. Entretanto, Frederico Morais já sabe contra quem se vai estrear em Keramas.

    Depois de falhar as quatro primeiras etapas do ano, Slater pode estar agora a postas para regressar em pleno ao WCT. Aliás, o veterano surfista norte-americano já tinha competido a 100 por cento na Founders Cup, no seu “quintal”, mas na semana seguinte acabou por não rumar ao Brasil para disputar o Oi Rio Pro, surgindo no ranking como lesionado.

    Caso se confirme o regresso, Kelly vai estar no heat 9, onde terá pela frente o australiano Ace Buchan e o rookie e compatriota Griffin Colapinto. Dois heats depois será a vez de Kikas entrar em cena, ele que terá pela frente o rookie australiano Wade Carmichael, que vem de uma surpreendente final no Brasil, e ainda o rookie brasileiro Willian Cardoso.

    Destaque ainda para mais um wildcard concedido ao australiano Mikey Wright. O irmão mais novo de Owen vai entrar na quarta etapa em 2018 e poderá assim começar a pensar em lutar pela qualificação via ranking do WCT, ele que também está bem posicionado no WQS. Mikey vai estar no heat 5, frente aos brasileiros Gabriel Medina e Tomas Hermes.

    O único ausente em Bali, para já, será o brasileiro Caio Ibelli, que está a recuperar de lesão. Ibelli será substituído por Miguel Pupo, que vai estar no heat 4, juntamente com o compatriota Filipe Toledo e ainda o norte-americano Conner Coffin. No heat 3 compete o bicampeão mundial John John Florence, que defronta dois rookies: o brasileiro Michael Rodrigues e o sul-africano Michael February.

    Por fim, referência ainda para Julian Wilson, que chega à Indonésia na liderança do ranking e com a lycra amarela vestida. O australiano irá enfrentar o compatriota Connor O’Leary no heat 6 da ronda inaugural e ainda o outro wildcard do evento, que ainda está por conhecer. Segundo algumas notícias, o melhor surfista local no ranking WQS terá essa vaga, tal como acontece na prova feminina. Caso se confirme, mesmo ainda faltando terminar algumas provas do WQS, essa vaga será de Oney Anwar.

    Já na prova feminina, por agora, é Puanani Johnson que está na frente da luta pelo convite para enfrentar as melhores surfistas do planeta. Caso o consiga, irá enfrentar a líder mundial Stephanie Gilmore e ainda a norte-americana Sage Erickson no heat 3 da ronda inaugural. Destaque ainda para o regresso da norte-americana Courtney Conlogue, após recuperar de lesão. Conlogue vai estar num super heat, frente à havaiana Carissa Moore e à brasileira Silvana Lima.

    Registo apenas para o anúncio da WSL sobre o nome do evento, que mudou de Corona Bali Pri para Corona Bali Protected, tudo por razões ecológicas. A mudança tem como objectivo soar o alarme para uma das maiores ameaças à sobrevivência dos oceanos: a poluição por resíduos plásticos.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf! 

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Galeria