Homepage

  • Italo, o anti herói que varreu Bells Beach
    05 abril 2018
    arrow
  • Surfista brasileiro foi mais forte que toda a concorrência, sem deixar muitas dúvidas sobre isso, e ainda ajudou a rasgar o guião de uma despedida triunfal de Mick Fanning.
  • Quando começou o dia final em Bells Beach todas as atenções internacionais estavam centrada em Mick Fanning e na despedida do tricampeão mundial australiana, que poderia ser feito à melhor forma de Hollywood, com um triunfo. Quando superou o compatriota Owen Wright nas meias-finais essa possibilidade tornou-se ainda maior. Mas depois surgiu ou anti herói desta história. Ou também o melhor surfista do evento, como quiserem. Italo Ferreira não alinhou no guião que parecia estar escrito e derrubou tudo e todos para tocar o sino em Bells.

    O triunfo de Italo na segunda etapa do World Tour 2018 é daquelas que merece levar o título de histórica, sem qualquer exagero. Foi a primeira da carreira do brasileiro no World Tour. E ganhou logo numa das mais históricas etapas. Por lá fazem-se carreiras, já diz o slogan. Para mais, tratando-se de um goofy – foi apenas o segundo a conquistar a etapa neste século, depois de Matt Wilkinson em 2016.

    Depois de despachar Zeke Lau, nos quartos-de-final, e Gabriel Medina, nas meias-finais, Italo teve a ousadia de varrer Fanning em casa, colocando em campo patadas e ataques de backside que desafiaram a própria lei da física. Somou 17,86 – o melhor score do evento e o único na casa dos 17 pontos, frente a Lau, 16 frente a Medina e na final deu 15,66 a 12,83 a Fanning. A juntar a isso foi o único surfista em toda a etapa a conseguir notas acima de 9 pontos. Fê-lo duas vezes, a primeira nas meias-finais e a outra na final. Foi como um ponto de exclamação numa performance avassaladora.

    Já o tínhamos dito após eliminar Filipe Toledo, que os dois brasileiros parecem ser os que mais espetáculo estão a dar no momento e que, apesar de ter perdido na 3.ª ronda em Snappers, Italo já tinha demonstrado que poderia ter chegado longe. Desta vez, concretizou as ameaças. E só pode ser surpresa para quem anda desatento.

    Após duas épocas intermitentes, marcadas por lesões, o jovem rookie de 2015 parece estar melhor que nunca. E, agora que já venceu uma etapa, parece ser uma série ameaça para se intrometer na luta dos gigantes. A do título, se é que nos entendem… É que Italo Ferreira não tem aquele calcanhar de aquiles que muitos apontam a Toledo – o mar pesado, esse mesmo.

    Quando todos esperavam estar a celebrar a carreira de Mick Fanning de uma forma mais exuberante, com uma possível vitória final, eis que surgiu o anti herói a quebrar os corações australianos, e não só… Mas como Kelly Slater disse ontem, ainda que em jeito de brincadeira, Italo também merecia ganhar pela primeira vez. Não só ganhou, como também tocou o sino, sendo apenas o segundo surfista brasileiro a fazê-lo, depois de Adriano de Souza se ter estreado na tarefa em 2013 – nas mulheres Silvana Lima conseguiu o feito em 2009.

    Natural da Baía Formosa, o goofy brasileiro deu assim uma nova dimensão à carreira já muito prometedora. Tudo começou mais a sério depois da final alcançada em Portugal em 2015 – perdida para Toledo. Um resultado que o ajudou a ser rookie do ano, um dos melhores da história, pois terminou no 7.º posto do ranking. O facto de ter assinado com a Billabong numa altura de contra ciclo do mercado do surf e também global, onde grande parte dos surfistas brasileiros se apresentavam com o nose em branco, já mostrava algo.

    Agora, este histórico triunfo em Bells Beach dão ainda mais visibilidade àquele que talvez seja o surfista brasileiro menos estereotipado pela crítica internacional. A “raiva gringa” sobre Medina e Toledo ajudaram Italo a passar pelos pingos da chuva, mas não foi só isso. E a prova foi finalmente dada. E com ela Italo Ferreira, o humilde pupilo do técnico Pinga, subiu à liderança do ranking mundial, a par de Julian Wilson. E vão ter de contar com ele até final!

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Galeria
Outras Notícias Relacionadas