Homepage

  • Kikas já tem adversários em Bells; Slater KO
    21 março 2018
    arrow
  • O onze vezes campeão mundial anunciou a ausência da segunda prova do World Tour 2018 e será substituído pelo sul-africano Michael February.
  • Inicialmente estava previsto que Frederico Morais tivesse pela frente Filipe Toledo e Willian Cardoso na primeira ronda do Rip Curl Pro Bells Beach. No entanto, a desistência de Kelly Slater por lesão obrigou a um reordenamento do heat draw da ronda inaugural, acabando por mudar um dos adversários de Kikas. “Penso que é melhor recuperar a lesão adequadamente. Estarei de volta na hora certa”, afirmou KS.

    O surfista português vai estar assim no heat 9, tendo de enfrentar à mesma Willian Cardoso, mas com o norte-americano Kolohe Andino a ser o lycra vermelha da bateria. Uma mudança que até pode ser vista como benéfica para Frederico, que evita assim um embate com um dos melhores surfistas da atualidade.

    Foi em Bells que Kikas alcançou o primeiro grande resultado da temporada de estreia na elite mundial, alcançando o 5.º posto. Se o mar estiver grande, as possibilidades do surfista de Cascais aumentam. Por sua vez, Kolohe, apesar de ser um aspirante crónico aos primeiros lugares do ranking, desde 2012, ano em que entrou para o Tour, que nunca conseguiu passar da 3.ª ronda em Bells, ficando-se muitas dessas vezes logo pela 2.ª ronda.

    Depois há ainda Willians Cardoso, que é rookie, mas não irá fazer a estreia em Bells Beach. Aliás, o Panda até já foi protagonista maior nesta icónica direita australiana. Em 2013, ano em que era um dos suplentes do WCT, Cardoso entrou em Bells e só foi travado nos quartos-de-final, tendo deixado pelo caminho o rei Kelly Slater.

    Com a ausência de Slater, o sul-africano Michael February entra para o draw, ele que garante assim o lugar em todas as etapas. Mick Fanning vai retirar-se após esta etapa e será February a assumir a vaga do tricampeão mundial australiano. Mas fruto da lesão de Slater, que já falhou Snapper Rocks, o jovem africano já se estreou na etapa inaugural do Tour. February vai estar assim logo no heat 1 da primeira ronda, onde terá pela frente o brasileiro Filipe Toledo e o rookie norte-americano Griffin Colapinto.

    Destaque ainda para o heat 4, que é constituído por três brasileiros: Gabriel Medina, Italo Ferreira e Ian Gouveia. Por sua vez, o bicampeão mundial John John Florence está no heat 5, onde terá pela frente o rookie brasileiro Tomas Hermes e ainda um dos dois wildcards do evento. Já no heat 6 vai estar o australiano e atual líder do ranking Julian Wilson, juntamente com o francês Joan Duru e ainda o outro wildcard do evento, que deverá vir dos trials.

    O Rip Curl Pro Bells Beach é a prova mais antiga do calendário do World Tour e tem um período de espera que arranca a 28 de março e termina a 8 de abril. Depois de Jordy Smith o ano passado, vamos ver quem vai tocar o sino mais famoso do surf mundial em 2018…

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reportspreparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Galeria
Outras Notícias Relacionadas