Homepage

  • Mikey Wright, o pesadelo dos campeões mundiais
    14 março 2018
    arrow
  • Irmão mais novo de Owen e Tyler Wright entrou em Snapper Rocks como wildcard e conseguiu bater John John Florence e Gabriel Medina no mesmo evento.
  • Apesar de já não estar na luta pelo triunfo no Quiksilver Pro Gold Coast, Mikey Wright foi o surfista do evento e o nome mais incontornável em Snapper Rocks. O jovem australiano foi pelo segundo ano consecutivo o wildcard da etapa inaugural do World Tour e em 2018 não fez por menos, assumindo-se como um verdadeiro tomba gigantes, pesadelo de campeões mundiais.

    O irmão mais novo de Owen e Tyler Wright usou o seu estilo punk rock e um lindo estilo de borda para enviar John John Florence para casa na terça-feira. Foi o pior arranque possível para o bicampeão mundial em título, que não se cansou de elogiar o surf do rival. Mas, não satisfeito, esta madrugada, Mikey decidiu fazer o mesmo com Gabriel Medina.

    O brasileiro e vice-campeão mundial não ficou a rir muito tempo do trambolhão de John John, conseguindo melhor, mas pouco. Já no ano passado Mikey tinha feito das suas no round 2 de repescagem, quando eliminou Michel Bourez – perdeu depois para John John. Mas em 2018, o líder do ranking de qualificação elevou ainda mais a sua aura de giant killer.

    Ainda assim, a aventura de Wright já terminou em Snapper Rocks. O aussie foi batido por Filipe Toledo e Adrian Buchan no heat 2 da 4.ª ronda e como deixou de existir a ronda 5 foi para casa mais cedo. Agora, vai ficar a torcer pelo irmão Owen, um dos poucos top seeds ainda em prova, num campeonato pautado por muitas surpresas.

    Owen vai enfrentar o compatriota Ace Buchan no heat de abertura dos quartos-de-final, seguindo-se um embate canarinho entre Filipe Toledo e Tomas Hermes – que surpresa! -, que ajudou a eliminar Mick Fanning. Brasileiros e australianos dominam o campeonato e na terceira bateria Julian Wilson vai enfrentar o outro rookie sensação da etapa, Michael Rodrigues, que só num dia enviou para casa Jordy Smith e Adriano de Souza.

    Por fim, Michel Bourez vai ter pela frente o norte-americano Griffin Colapinto, o terceiro rookie a chegar aos quartos-de-final. O favoritismo está com Toledo, que neste mar é o melhor surfista do Mundo. Mas Owen é o campeão em título. Julian olha por fora, do outro lado do draw, e pode ter algo a dizer. E depois há as surpresas, que podem continuar a surpreender. Resumindo, o Quiksilver Pro Gold Coast tem sido um pesadelo para os amigos da Fantasy…

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Galeria