Homepage

  • Julian Wilson campeão em Kirra clássico
    15 março 2018
    arrow
  • Australiano esteve em dúvida para participar no evento, devido a lesão no ombro, mas acabou por recuperar e sair na frente da corrida pelo título mundial.
  • Kirra foi a estrela no dia final do Quiksilver Pro Gold Coast e Julian Wilson o campeão da primeira etapa do World Tour 2018, depois de um enredo em tudo idêntico ao do ano anterior. O surfista australiano esteve em dúvida para o evento, devido a uma lesão no ombro, mas acabou por competir e ganhar.

    Depois de um arranque em falso, com as condições a demorarem a alinhar, as condições clássicas fizeram-se sentir e foi o rookie Griffin Colapinto quem protagonizou o momento do dia, com um triplo tubo que lhe valeu o primeiro 10 da temporada – e único até ao momento. Com esse feito bateu Michel Bourez e avançou para as meias-finais, onde já estavam Ace Buchan, Tomas Hermes e Julian.

    Haveria de ser o número 3 mundial do ano passado a travar a incrível caminhada de Colapinto, numa meia-final mais calma. Na final não houve lugar para rookies e Hermes, que havia batido um Filipe Toledo fora do habitat natural nos quartos-de-final, também ficou pelo caminho frente ao experiente Ace Buchan, que passo a passo, silenciosamente foi fazendo o seu caminho.

    Pelo meio houve a prova feminina. Apesar do ritmo lento das meias-finais, na final sobressaiu a norte-americana Lakey Peterson entre as demais. Na final Peterson foi mais forte que a surpreendente australiana Keely Andrew. Foi uma vitória preciosa para Lakey Peterson, que já não vencia um evento desde 2012, no seu ano de estreia na elite mundial. Agora, parte para Bells na liderança e talvez tenham de contar com ela a sério para a luta pelo título mundial.

    Regressemos, então, à final masculina, que começou a abrir, com ondas mais consistentes. Julian apanhou uma tubaço bem pesado e longo e só dois juízes não lhe deram o 10, ficando a 7 centésimos da perfeição. Ace bem tentou responder, mas os 15,10 pontos não foram suficientes para impedir Jules de chegar ao triunfo, com um score de 17,43. Foi o quarto triunfo da carreira para o aussie, que segue de amarelo para Bells Beach.

    O Quiksilver Pro Gold Coast foi pautado por muitas surpresas e até pode ter ditado algumas tendências par o que resta da época, mas o ano ainda é longo e em Bells Beach tudo pode mudar. John John Florence, Gabriel Medina, Jordy Smith, Matt Wilkinson e Kelly Slater, por exemplo, já vão ter de correr atrás do prejuízo. O que anima bastante as coisas…

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Galeria