Homepage

  • Bonvalot é a resistente portuguesa em Newcastle
    22 fevereiro 2018
    arrow
  • Dia 4 foi totalmente dedicado à competição feminina, onde houve sortes diferentes para as três representantes da armada lusa.
  • As mulheres assumiram o protagonismo em Merewether para o quarto dia de prova do Burton Automotive Pro. A prova masculina descansou, tal como o nosso Frederico Morais, e esta madrugada de quinta-feira foi a vez de Camilla Kemp, Carol Henrique e Teresa Bonvalot fazerem a estreia em solo australiano.

    Apesar da boa réplica, apenas Teresa Bonvalot continua em prova, indo ainda disputar uma vaga na 4.ª ronda deste QS6000, depois de a prova ter terminado mesmo antes do seu heat. Camilla Kemp ainda conseguiu passar duas rondas, mas perdeu já nesta 3.ª ronda. A mesma sorte não teve a bicampeão nacional Carol Henrique, que perdeu de primeira.

    A prestação portuguesa começou logo na primeira ronda, onde só esteve em ação Kemp. Com 6,60 pontos, a surfista da Linha acabou por conseguir passar em segundo lugar. Tal como fez na 2.ª ronda, com 9,93 pontos, num heat onde ajudou a eliminar a neozelandesa e antiga campeã mundial júnior Ella Williams.

    Antes disso, já Carol tinha ficado pelo caminho, após um heat onde somou apenas 8,27 pontos. A surfista luso-brasileira foi superada pela australiana Sophia Fulton e pela japonesa Hinako Kurokawa e terminou no 3.º posto. Mas o destaque entre as portuguesas foi mesmo Teresa Bonvalot, que nesta fase saiu vencedora do heat 11, com 11,57 pontos, à frente da norte-americana Alyssa Spencer – pelo caminho ficou a havaiana Brianna Cope e a alemã Frankie Harrer.

    Na 3.ª ronda já entraram em cena as principais favoritas, com destaque para a bicampeã mundial em título Tyler Wright, vencedora do heat inaugura da ronda. No heat 7 Camilla voltou à ação pela terceira vez no dia, mas acabou eliminada, com um score de 7,56. O heat foi vencido pela havaiana e top do WWT Coco Ho e a peruana Melanie Giunta também seguiu em frente.

    Dessa forma, Kemp, que ainda ficou à frente da experiente francesa Pauline Ado, terminou o evento australiano num positivo 25.º posto da geral. Melhor vai tentar fazer Teresa Bonvalot quando a prova feminina retomar. A jovem surfista de Cascais vai estar no heat 11 e tem pela frente uma complicada missão, contra um trio de australianas: Bronte Macaulay, que faz parte do WWT, Macy Callaghan, que foi campeã mundial júnior em 2016, e Alyssa Lock.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reportspreparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Galeria