Homepage

  • Kikas começa a temporada a vencer em Newcastle
    21 fevereiro 2018
    arrow
  • Sorte dos portugueses no Burton Automotive Pro foi bem diferente, com Vasco Ribeiro a ser eliminado na 2.ª ronda do QS6000 australiano.
  • Frederico Morais estreou-se oficialmente, esta madrugada, na temporada de 2018 e fê-lo da melhor forma. Kikas venceu o heat 12 da 2.ª ronda do Burton Automotive Pro, um evento QS6000 que se realiza até ao final desta semana em Newcastle, na Austrália. A mesma sorte não teve o compatriota Vasco Ribeiro, que já foi eliminado da competição.

    Quanto ao surfista português que faz parte da elite mundial, a estreia foi auspiciosa. Além do triunfo, Frederico conseguiu uma das melhores performances do dia e, igualmente, uma das melhores ondas - 7,93 -, terminando a bateria com um score de 13,83.

    Apesar de o melhor surf de Kikas ter chegado já perto do final do heat, ao contrário do que é habitual nele, o português levou a melhor sobre o australiano Shane Canmpbell (12,67), sobre o francês Nomme Mignot (11,74) e sobre o também aussie Nicholas Squiers (10), com estes dois últimos a ficarem pelo caminho.

    “Aquele começo lento não fazia parte dos meus planos”, começou por dizer Frederico Morais, após o triunfo alcançado nas ondas de Merewether. “Quando o mar está assim tens de tentar apanhar logo uma onda boa, caso contrário podes ficar em situação delicada. Foi isso que me aconteceu, mas quando apareceu a onda em que fiz 7,93 pontos foi muito bom e a pressão desapareceu”, explicou.

    Kikas admitiu ainda que olha com seriedade para o WQS, apesar do estatuto que tem de surfista de WCT. “Apesar de estar no CT, há sempre alguma pressão nestes primeiros campeonatos do WQS porque queremos amealhar pontos nos dois circuitos logo desde o início, de forma a termos o nosso lugar salvaguardado. No final da temporada, se estiver bem no ranking do World Tour posso relaxar, mas até lá nada é certo”, rematou o surfista de Cascais.

    Agora, na próxima ronda, Frederico vai estar no heat 6, onde terá pela frente o havaiano Kiron Jabour, que costuma competir nas etapas da Liga MEO Surf, e ainda os brasileiros Deivid Silva e Marco Fernandez. Caso consiga seguir em frente, Kikas fica, desde logo, entre os 24 melhores surfistas deste evento australiano, que na quarta ronda irão disputar heats de três surfistas, onde apenas um fica pelo caminho.

    Quem também esteve em prova, mais tarde, foi Vasco Ribeiro. O campeão mundial júnior de 2014 não conseguiu ter um arranque de temporada convincente e acabou por não ter a mesma sorte do colega e compatriota. Vasco foi mesmo o quarto e último no heat 18, que foi vencido pelo australiano Dean Bowen, com 12,30 pontos. O brasileiro Peterson Crisanto (10,77) também seguiu em frente, enquanto o japonês Kaito Ohashi (10,34) ficou pelo caminho, juntamente com o português, que não conseguiu mais que um score de 8,97.

    Em Newcastle também está a parte feminina da armada lusa, mas as três surfistas presentes ainda não se estrearam. Algo que pode acontecer já esta noite – quinta-feira na Austrália. Camilla Kemp está na ronda inaugural do evento feminino, que também é QS6000, e Carol Henrique e Teresa Bonvalot já estão na 2.ª ronda.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reportspreparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Galeria