Homepage

  • Tyler Wright revalida título mundial feminino
    01 dezembro 2017
    arrow
  • Australiana viu as principais adversárias perderem precocemente em Maui e, mesmo com uma lesão no joelho, assegurou nova conquista, ao qualificar-se para as meias-finais.
  • Ainda há cerca de um mês Tyler Wright anunciava ao mundo, diretamente de Portugal, que uma lesão a retirava da luta pelo título mundial. No entanto, uma recuperação “milagre” permitiu à australiana entrar nas duas etapas finais do WWT. E esta madrugada de sexta-feira Wrigth sagrou-se mesmo campeã mundial, renovando o título conquistado no ano passado. Um triunfo literalmente com uma perna às costas, ou o mesmo que dizer com muitas limitações à mistura.

    Depois da eliminação de Sally Fitzgibbons no dia inaugural do Maui Women’s Pro, Tyler Wright viu Courtney Conlogue cair na 4.ª ronda, perante a australiana Nikki van Dijk. Algo que deixava Wright a um pequeno passo de garantir a conquista do título. As duas rivais que ainda estavam na luta eram as que tinha o requisito maior. Tal como Tyler, também Stephanie Gilmore e Carissa Moore chegaram aos quartos-de-final, mas ambas precisavam de vencer e esperar que a campeã não avançasse mais.

    Gilmore teve direito resposta em primeiro lugar e bateu Silvana Lima rumo às meias-finais e perante condições excelentes em Honolua Bay, com alguns tubos à mistura. No heat seguinte estava tudo nas mãos de Tyler Wright, que enfrentava a wildcard Brisa Hennessy. A jovem havaiana já tinha causado a queda de Sally, mas desta vez não teve hipótese. Tyler segurou o título com as duas mãos e mesmo com a proteção que usou nos últimos meses no joelho avançou para as meias-finais, assegurando nova conquista.

    “Hoje foi um dia perfeito. Todo o evento foi perfeito, as condições estiveram perfeitas”, começou por dizer Tyler, já com a taça nas mãos. “Este foi um ano desafiante. Tenho de agradecer à minha equipa, que depois da lesão em Portugal fez um trabalho incrível em França”, frisou a bicampeã mundial, de 23 anos.

    Depois de conquistado o título e de feita a festa, a ação regressou à água e Carissa Moore acabou mesmo por acusar a descompressão de o título já estar resolvido, sendo eliminada por Bronte MaCaulay nos quartos-de-final. Agora, no dia final, Tyler vai enfrentar Steph nas meias-finais e Malia Manuel vai lutar com MaCaulay pela outra vaga na final em Maui.

Galeria