Homepage

  • Vitória caseira na estreia do WQS em Pismo Beach
    20 novembro 2017
    arrow
  • Norte-americano Cory Arrambide, de 28 anos, conquistou o primeiro triunfo da carreira no WQS, após dez temporadas a bater na trave e após ter sido patrocinado por marca de bananas.
  • Cory Arrambide conquistou no domingo o triunfo na edição inaugural do Pismo Beach Open, na Califórnia. Além de garantir que o triunfo ficasse em casa, Arrambide conseguiu ainda “matar o borrego” no WQS. Aos 28 anos, o surfista natural de Ventura, conquistou um campeonato do QS pela primeira vez, depois de ser mais forte que a concorrência na praia californiana.

    Na final deste novo campeonato californiano, de categoria QS1000, Arrambide levou a melhor frente ao havaiano - e regressado - Ian Gentil, com 16,67 pontos, contra 14,07. O californiano garantiu ainda uma subida ao 161.º posto do ranking WQS, depois de uma temporada abaixo do esperado. “É muito bom conseguir finalmente uma vitória, depois de tantos anos a ficar perto do objetivo”, frisou, após vencer o evento.

    Depois de ter sido uma das grandes esperanças do surf jovem norte-americano, conseguindo qualificar-se por duas vezes para o Mundial de juniores da ASP, em 2008 e 2009, nunca passando da 2.ª ronda, o goofy norte-americano acabou por nunca conseguir afirmar-se como um top 100n do WQS. Em 10 anos de circuito ficou sempre dentro do top 200, mas só em 2012 conseguiu ficar dentro do top 100 – por muito pouco.

    Agora, chegou finalmente o primeiro triunfo para um surfista que o melhor resultado que tinha no currículo era o terceiro posto no San Miguel Pro Zarautz em 2012, num dos mais icónicos campeonatos 6 estrelas que se realizavam na Europa e que nesse ano foi vencido pelo marroquino Ramzi Boukhiam. Pelo meio, ficou ainda famoso por ter contornado a falta de patrocinador principal com o acordo obtido com uma marca de… bananas. Mais concretamente, a Chiquita.

Galeria