Homepage

  • Tubos, pranchas partidas e muita emoção
    22 outubro 2017
    arrow
  • Frederico Morais qualificou-se para a quarta ronda, onde irá encontrar o australiano Josh Kerr e o norte-americano Kanoa Igarashi, na terceira bateria
  • Pelo segundo dia consecutivo, a praia de Supertubos, em Peniche, ofereceu condições ideais para os melhores surfistas do Mundo competirem na segunda e terceira rondas do MEO Rip Curl Pro Portugal, décima etapa do circuito mundial de surf da World Surf League. As previsões apontavam para ondas excelentes, com menos tamanho que no Sábado, mas de excelente formação, e ventos favoráveis, o que veio mesmo a acontecer, proporcionado oportunidade para serem feitas ondas excelentes.

    Frederico Morais, nº 13 do ranking mundial, esteve hoje em evidência ao vencer as duas baterias em que participou. Na sexta bateria da segunda ronda, o surfista português eliminou o norte-americano Nat Young, com uma pontuação de 5,03 (em 20 pontos possíveis) contra os 2,87 do seu adversário.

    Mais tarde no dia, Frederico Morais voltou a entrar nas ondas de Supertubos, desta vez contra o taitiano Michel Bourez, 17º do ranking mundial, tendo voltado a ganhar. Desta feita, o português totalizou 11 pontos, suficientes para derrotar os 8,74 de Bourez. Frederico Morais está, então, qualificado para a quarta ronda, onde irá encontrar o australiano Josh Kerr e o norte-americano Kanoa Igarashi, na terceira bateria.

    Foi um heat muito difícil. Sinto que cada vez que tenho entrado na água demora muito tempo a vir as ondas. Não conseguiu nenhuma pontuação grande, mas ainda assim foi um heat divertido. Esperei e fui aumentado o meu quadro de pontuações, pelo que estou contente por avançar” explicou Frederico Morais.

    Também já qualificado para a quarta ronda está o campeão em título da etapa, John John Florence, atual campeão mundial e líder do ranking. O surfista havaiano encontrou na sexta bateria da segunda ronda o português Vasco Ribeiro, campeão nacional e convidado pela organização para competir nesta prova. Numa bateria de pontuações finais próximas, John John Florence fez 14,74 pontos contra os 13,73 de Vasco Ribeiro.

    “Foi sem dúvida um heat assustador. Havia muitas ondas a aparecer e o Vasco é um surfista muito bom. Quis garantir que estava sempre no mesmo sítio que ele quando tinha a prioridade para estar mais seguro. [Naquela queda aparatosa,] estava muito entusiasmado, o vento está a soprar contra as esquerdas e eu estava a surfar com muita velocidade, pelo que tive de atacar a secção quando a vi. Por um segundo pensei que ia conseguir completar a onda, mas aterrei muito a seco” explicou o surfista havaiano.

    Eliminado foi, também, o sul-africano Jordy Smith, número 2 do ranking mundial, logo no heat seguinte. A precisar de conseguir um bom resultado nesta prova portuguesa para continuar na luta pelo título mundial, Jordy Smith não conseguiu derrotar Josh Kerr, que acaba de anunciar a sua retirada da competição no final do ano, acabando por perder o heat com uma pontuação de 8,27 pontos contra os 8,67 do adversário. Quem acaba por beneficiar desta derrota precoce de Jordy Smith é John John Florence que vê, assim, o caminho encurtado para a revalidação do título mundial.

    Ainda em destaque neste segundo dia de competição estiveram o brasileiro Gabriel Medina, que está na corrida ao título mundial deste ano e os norte-americanos Kolohe Andino e Kanoa Igarashi, para além dos australianos Connor O’Leary e Julian Wilson.

    Para amanhã, segunda-feira, dia 23 de outubro, a chamada está marcada para as 7:45 na praia de Supertubos, em Peniche, para um possível recomeço de prova às 8:00.

    Mais informações em www.WorldSurfLeague.com.

     

    MEO Rip Curl Pro Portugal Round 2 Resultados:

    Heat 1: Gabriel Medina (BRA) 11.66 def. Mason Ho (HAW) 6.33

    Heat 2: Vasco Ribeiro (PRT) 11.20 def. Owen Wright (AUS) 10.17

    Heat 3: Adriano De Souza (BRA) 12.27 def. Stuart Kennedy (AUS) 4.93

    Heat 4: Leonardo Fioravanti (ITA) 15.34 def. Filipe Toledo (BRA) 8.40

    Heat 5: Kolohe Andino (USA) 14.24 def. Jadson Andre (BRA) 8.00

    Heat 6: Frederico Morais (PRT) 5.03 def. Nat Young (USA) 2.87

    Heat 7: Adrian Buchan (AUS) 9.07 def. Ezekiel Lau (HAW) 6.90

    Heat 8: Connor O'Leary (AUS) 10.70 def. Ian Gouveia (BRA) 5.97

    Heat 9: Kanoa Igarashi (USA) 15.93 def. Joan Duru (FRA) 9.23

    Heat 10: Italo Ferreira (BRA) 11.53 def. Jeremy Flores (FRA) 7.77

    Heat 11: Caio Ibelli (BRA) 12.33 def. Wiggolly Dantas (BRA) 3.87

    Heat 12: Conner Coffin (USA) 11.10 def. Bede Durbidge (AUS) 8.60

     

    MEO Rip Curl Pro Portugal Round 3 Resultados:

    Heat 1: Leonardo Fioravanti (ITA) 9.76 def. Matt Wilkinson (AUS) 5.63

    Heat 2: Sebastian Zietz (HAW) 12.10 def. Conner Coffin (USA) 4.77

    Heat 3: Julian Wilson (AUS) 13.43 def. Jack Freestone (AUS) 7.00

    Heat 4: Kolohe Andino (USA) 13.96 def. Italo Ferreira (BRA) 12.56

    Heat 5: Connor O'Leary (AUS) 15.73 def. Adrian Buchan (AUS) 15.50  

    Heat 6: John John Florence (HAW) 14.74 def. Vasco Ribeiro (PRT) 13.73

    Heat 7: Josh Kerr (AUS) 8.67 def. Jordy Smith (ZAF) 8.27

    Heat 8: Frederico Morais (PRT) 11.00 def. Michel Bourez (PYF) 8.74

    Heat 9: Kanoa Igarashi (USA) 11.67 def. Joel Parkinson (AUS) 5.27

    Heat 10: Miguel Pupo (BRA) 13.54 def. Adriano De Souza (BRA) 13.24

    Heat 11: Mick Fanning (AUS) 11.40 vs. Caio Ibelli (BRA) 10.40

    Heat 12: Gabriel Medina (BRA) 17.34 vs. Ethan Ewing (AUS) 10.40

     

    MEO Rip Curl Pro Portugal Round 4:

    Heat 1: Leonardo Fioravanti (ITL), Sebastian Zietz (HAW), Julian Wilson (AUS)

    Heat 2: John John Florence (HAW), Kolohe Andino (USA), Connor O'Leary (AUS)

    Heat 3: Josh Kerr (AUS), Frederico Morais (PRT), Kanoa Igarashi (USA)

    Heat 4: Miguel Pupo (BRA), Mick Fanning (AUS), Gabriel Medina (BRA)

Galeria