Homepage

  • As contas para John John ser campeão em Portugal
    16 outubro 2017
    arrow
  • Havaiano recuperou a liderança do ranking em França e pode repetir o cenário de 2016, quando foi campeão mundial em Supertubos. Ainda há oito surfistas na luta, mas só três com hipóteses mais reais.
  • A derrota de Jordy Smith na 3.ª ronda em França e o 3.º posto alcançado por John John Florence inverteram a balança no ranking do World Tour. O havaiano acabou por beneficiar da eliminação precoce do sul-africano, roubando-lhe a liderança da corrida pelo título. Mas também ficou mais perto de revalidar o título mundial conquistado no ano passado.

    Pode até ser já em Portugal, onde se vai disputar a 10.ª e penúltima etapa do World Tour 2017, a partir de sexta-feira, que tudo fica decidido. Tal como aconteceu no ano passado, com John John a ser coroado em Supertubos. A verdade é que o havaiano tem hipóteses matemáticas de fazê-lo e nem precisa de vencer a etapa. Se muitos podem julgar pouco provável de acontecer, basta recordar que no ano passado o cenário não era muito diferente.

    No entanto, há ainda oito surfistas com hipóteses matemáticas de chegar ao título: John John Florence, Jordy Smith, Gabriel Medina, Owen Wright, Matt Wilkinson, Julian Wilson, Adriano de Souza, Filipe Toledo. Embora realisticamente falando a luta se resuma apenas a John John e Jordy, com Gabriel Medina ainda a poder sonhar mais que os restantes, depois de ter subido ao top 3 com o triunfo em Hossegor. Vejamos então os cenários.

    John John é campeão em Portugal se:

    - Vencer e Jordy não chegar aos quartos-de-final (9.º ou pior);

    - Chegar à final (2.º), Jordy não passar da terceira ronda (13.º ou pior) e Medina, Wilko e Owen não vencerem o evento.

    Basicamente, vencendo em Portugal Florence acaba logo com as esperanças de Medina, Owen Wright, Matt Wilkinson, Julian Wilson, Adriano de Sousa e Filipe Toledo. Depois é esperar pelo que faz Jordy Smith, que precisaria de, pelo menos, um 5.º posto para adiar a decisão para o Havai.

    Mas mesmo não vencendo, basta chegar à final, esperar mais uma escorregadela europeia de Jordy e que o vencedor não seja o trio que segue do 3.º ao 5.º posto do ranking. Em caso de final, John John arrumaria Julian, Mineiro e Toledo na luta. Eis as ténues esperanças dos que vêm atrás na corrida.

    Se John John for 3.º em Portugal:

    - A corrida vai automaticamente para o Havai… e até pode perder a liderança em Supertubos para Jordy Smith, se este vencer a etapa.

    - Toledo e Adriano ficam logo fora da luta;

    - Julian só continua na luta se ganhar o evento;

    - Wilko e Owen têm de ir à final;

    - Medina às meias-finais.

    Se John John for 5.º em Peniche:

    - Adriano está automaticamente fora;

    - Toledo tem de ganhar para continuar na luta;

    - Julian tem de fazer a final;

    - Wilko e Owen têm de fazer as meias-finais;

    - Medina tem de ser 5.º classificado.

    Se John John for 9.º em Peniche:

    - Adriano só continua na luta se ganhar;

    - Toledo e Julian só se fizerem a final;

    - Wilko e Owen se fizerem quartos-de-final;

    - Medina se for 9.º classificado.

Galeria