Homepage

  • Portugal representado por Kikas e Vasco Ribeiro
    20 outubro 2017
    arrow
  • Neste que será o nono ano consecutivo da elite mundial do surf em Portugal, o MEO Rip Curl Pro Portugal prepara-se para ser mais uma prova crucial na atribuição do título mundial da modalidade
  • Os melhores surfistas do Mundo estão novamente em Portugal para o MEO Rip Curl Pro Portugal, décima etapa do campeonato mundial de surf da World Surf League (WSL), cujo período de espera vai de sexta-feira, dia 20, até 31 de Outubro. Naquela que será a nona passagem consecutiva da elite mundial no nosso país, o público português poderá assistir ao vivo às prestações de John John Florence, atual campeão mundial, Gabriel Medina, vencedor da mais recente etapa do circuito, Jordy Smith, vice-líder do circuito mundial, para além da estreia em Peniche do português Frederico Morais como membro efetivo do World Tour e do regresso do campeão nacional, Vasco Ribeiro, à prova, como convidado, entre muitos outros. Para o período de espera, as previsões apresentam-se muito favoráveis com uma primeira ondulação a marcar presença já este fim-de-semana.

    “É um privilégio para Peniche, para o OESTE e para a Região CENTRO receber no nosso MAR, pela nona vez consecutiva, os melhores dos melhores do planeta. Para mim é um grande orgulho e uma honra enorme ter acolhido todas as edições deste grande evento de promoção interna e externa de Portugal que tanto tem contribuído para o desenvolvimento de Peniche e da região” afirmou António José Correia, Presidente da Câmara Municipal de Peniche

    Neste que será o nono ano consecutivo da elite mundial do surf em Portugal, o MEO Rip Curl Pro Portugal prepara-se para ser mais uma prova crucial na atribuição do título mundial da modalidade. Depois do sul-africano Jordy Smith ter liderado o circuito até à chegada à Europa, é agora o havaiano John John Florence quem lidera o ranking e com chance de repetir o triunfo de 2016, quando, em Portugal, conquistou não só o seu primeiro título mundial como também a etapa do circuito. À espreita de um deslize de Smith e Florence, está o brasileiro Gabriel Medina, ex-campeão mundial vencedor da etapa anterior do circuito, em França, e 3º classificado no ranking mundial.

    Claudia Goya, CEO da Altice Portugal, afirma: “É com toda a satisfação que a Altice/PT volta a associar-se ao MEO Rip Curl PRO Portugal, sendo já o nono ano consecutivo em que este apoio vem reforçar a nossa estratégia de patrocínios. Em 2009, aquando da primeira edição deste evento em Portugal, o Rip Curl Search, a nossa empresa marcou presença logo à primeira hora, acreditando sempre na importância da associação das suas marcas à imagem, espírito e lifestyle conotados com o surf e com o seu público. E foi a nossa tecnologia que permitiu dar a conhecer ao mundo a qualidade das ondas de Peniche, possibilitando desta forma que esta etapa se tornasse uma data fixa no principal circuito mundial da modalidade. E nada nos enche mais de orgulho do que voltar a contar outra vez com os nossos dois principais patrocinados em prova: o Frederico Morais, que tem dado cartas este ano no tour e o Vasco Ribeiro que volta a entrar como convidado, após a conquista do título nacional. Votos especiais de boa sorte aos dois”.

    Por sua vez, Francisco Spínola, representante da World Surf League em Portugal, referiu: “Esta é a nona edição do MEO Rip Curl Pro Portugal e estamos muito contentes por uma vez mais trazermos o principal circuito mundial da World Surf League até Peniche, o que não teria sido possível sem o apoio dos nossos patrocinadores. Uma palavra especial ainda de agradecimento ao António José Correia, presidente cessante da Câmara Municipal de Peniche, que desde o primeiro dia apoiou a realização desta prova e é uma das faces do evento. Supertubos é uma das melhores ondas do Mundo e as previsões indicam que vamos ter vários dias de excelentes condições de surf. Convido todos a virem até Peniche assistir ao espetáculo dos melhores surfistas do Mundo e, caso não consigam, a ver tudo em direto em WorldSurfLeague.com ou na APP da WSL. Garanto que não vão querer perder nem um momento da acção!”.

    Representação lusa na prova está garantida. Depois de ter competido três vezes como wildcard (convidado), Frederico Morais vai agora estrear-se no MEO Rip Curl Pro Portugal enquanto membro efetivo do World Tour, onde ocupa o 13º lugar do ranking mundial e no qual já se destacou, com um 2º lugar na etapa sul-africana, em Julho passado.

    “Este ano tem sido incrível, é a realização de um sonho. A verdade é que foi aqui em Peniche que tudo começou a ganhar força, graças à minha participação com os wildcards. A última vez que participei nesta prova deu-me força para me qualificar para o World Tour. Sinto-me muito orgulhoso por estar aqui e por todo o apoio que recebo. Boa sorte a todos para este evento!” referiu o surfista.

    A acompanhar Frederico Morais em Peniche estará Vasco Ribeiro, que ao ter vencido a Liga MEO Surf e conquistado o seu quarto título nacional, garantiu um convite para a prova onde, em 2015, também como convidado, ficou em 3º lugar.

    “2015 foi um ano muito bom. Com as previsões que estão, sinto-me bastante bem e com vontade de competir. Esta é uma grande oportunidade e experiência para mim. Representar Portugal ao lado do Frederico Morais é uma honra. Quero surfar bem e vou dar o meu melhor. Boa sorte a todos!” afirmou Vasco Ribeiro.

    Depois de, em Peniche, ter conquistado o seu primeiro título mundial, conseguindo mais tarde, no mesmo dia, a vitória no MEO Rip Curl Pro Portugal, John John Florence regressa a Portugal com expectativas de conseguir igualar os feitos de 2016, uma vez que é novamente líder do ranking mundial.

    “Este evento no ano passado foi um dos melhores momentos da minha carreira competitiva. Com a chegada do fim do ano, é sempre bastante divertido vir a Portugal para este evento. As previsões apontam que o mar vai estar grande pelo que espero apanhar uns bons tubos” afirmou Florence.

    Nota final para a campanha “Por um Oceano sem Plástico” que irá decorrer em Peniche, de 20 a 31 de outubro, durante o Meo Rip Curl Pro Portugal. A situação grave da presença dos plásticos no oceano, com consequências para as espécies marinhas e para a saúde pública, é o mote da campanha. Pretende-se sensibilizar a população para o que cada um, no dia-a-dia, poderá fazer para minimizar esta grave situação, através de comportamentos que reduzam o consumo de plásticos e, particularmente, de microplásticos. Neste sentido, são múltiplas as atividades que decorrerão durante o evento: Exposições, Ciclo de Cinema, “Tenda do Oceano” com atividades de animação, “Estação Oceano” para fotos/compromisso, Limpezas de Praias, Artes Plásticas a partir de Lixo Marinho, etc. Esta é uma campanha coordenada pelo Município de Peniche e conta com a colaboração de diversas entidades: ESTM – Escola Superior de turismo e tecnologia do Mar, Associação MARMEU; ABAE - Associação Bandeira Azul da Europa; DGPM – Direção-Geral da Política Marítima; Fundação Oceano Azul; VALORSUL; SPEA - Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves e Oeste CIM - Comunidade Intermunicipal do Oeste.

    Para hoje, sexta-feira, dia 20 de Outubro, primeiro dia do período de espera do MEO Rip Curl Pro Portugal, a chamada foi feita ás 7:45 na praia de Supertubos, mas uma vez que as condições minimas não se encontravam reunidas devido à fraca qualidade das ondas o evento não irá arrancar. Nova chamada será amanhã ás 7:45.

    Cenários para a conquista do título mundial:

    - Se John John Florence ganhar o evento, Jordy Smith precisa de um 5º lugar ou melhor para o impedir de ser campeão do Mundo em Portugal;

    - Se Florence for 2º, Smith precisa de um 9º lugar ou melhor para o impedir de ganhar o título mundial, sendo que Gabriel Medina, Owen Wright e Matt Wilkinson precisarão de ganhar o evento.

    - Se Florence for 3º ou menos, a corrida ao título mundial é a adiada para a última etapa no Havaí.

    Heats Round 1:

    Heat 1: Julian Wilson (AUS), Caio Ibelli (BRA), Leonardo Fioravanti (ITL)

    Heat 2: Matt Wilkinson (AUS), Bede Durbidge (AUS), Stu Kennedy (AUS)

    Heat 3: Owen Wright (AUS), Conner Coffin (USA), Ethan Ewing (AUS)

    Heat 4: Gabriel Medina (BRA), Wiggolly Dantas (BRA), Josh Kerr (AUS)

    Heat 5: Jordy Smith (ZAF), Italo Ferreira (BRA), Vasco Ribeiro (PRT)

    Heat 6: John John Florence (HAW), Kanoa Igarashi (USA), Mason Ho (HAW)

    Heat 7: Adriano de Souza (BRA), Jeremy Flores (FRA), Jack Freestone (AUS)

    Heat 8: Filipe Toledo (BRA), Michel Bourez (PYF), Jadson Andre (BRA)

    Heat 9: Joel Parkinson (AUS), Joan Duru (FRA), Nat Young (USA)

    Heat 10: Kolohe Andino (USA), Connor O’Leary (AUS), Miguel Pupo (BRA)

    Heat 11: Sebastian Zietz (HAW), Adrian Buchan (AUS), Ezekiel Lau (HAW)

    Heat 12: Mick Fanning (AUS), Frederico Morais (PRT), Ian Gouveia (BRA)

    O Meo Rip Curl Pro Portugal acontece entre os dias 20 e 31 de Outubro e tem transmissão em directo em www.worldsurfleague.com e na app World Surf League.

Galeria