Homepage

  • Miguel Tudela mete a quinta e termina temporada invencível!
    21 novembro 2022
    arrow
  • Prova feminina foi vencida pela brasileira Laura Raupp.
  • Quem consegue travar Miguel Tudela? É esta a pergunta do momento no circuito regional sul-americano. O surfista peruano triunfou, este domingo, no QS1000 de Punta Rocas, no Peru, arrecadando mais uma vitória na temporada. Foi o quinto evento em que entrou em 2022 no WQS e o quinto que venceu, desta vez em casa, terminando o ano de forma invencível.

    Tudela já chegava a etapa com o rótulo de favorito, devido à surreal trajetória que tem feito em 2022. Apesar de as primeiras rondas não lhe terem corrido de feição, avançando por mais que uma vez na segunda posição, a partir da fase man-on-man, Tudela não deu qualquer hipótese à concorrência.

    Nos quartos-de-final Tudela começou por vencer o argentino Radziunkas Franco, seguindo-se vitória frente ao veterano compatriota Cristobal de Col nas meias-finais. Por fim, na final superou o argentino Leandro Usuna, com 15,80 pontos, contra somente 10,93. Dessa forma, Tudela confirmou mais um triunfo e viu novamente a armada brasileira claudicar no circuito regional, com o jovem Ryan Kainalo, que foi terceiro, a ser o melhor representante canarinho.

    O trajeto de Miguel Tudela tem sido tão dominador que este triunfo nem sequer teve direito a entrar nos quatro melhores resultados que contam para o ranking. Isto porque já tinha somado dois triunfos em QS5000, um em QS3000 e outro num QS1000, mantendo-se no topo do ranking sul-americano com 14 mil pontos, mais do dobro do segundo, que é o brasileiro Ian Gouveia, com somente 6248 pontos.

    Contudo, o Brasil acabou por festejar de outras formas, começando na prova feminina, onde o triunfo sorriu à jovem Laura Raupp. Depois de superar a peruana Kalea Gervasi nos quartos-de-final, Raupp bateu a compatriota Taina Hinckel nas meias-finais, para na final vencer a peruana Arena Vargas Rodríguez, com 12 pontos, contra 10,97. No topo do ranking não houve mexidas, com a peruana Daniella Rosas, que foi terceira em Punta Rocas, a manter-se na liderança.

    Entretanto, Punta Rocas recebeu também provas Pro Júnior e de longboard. No Pro Júnior os triunfos sorriram ao brasileiro Ryan Kainalo e à peruana Daniella Rosas, mas os títulos regionais acabaram por ficar para ambos os finalistas vencidos, os brasileiros Cauã Costa e a peruana Sol Aguirre, que se tornou na primeira tetracampeã sul-americana nesta categoria.

    Já em longboard não houve muitas surpresas, com o Brasil a somar mais um triunfo, graças à performance de Chloe Calmon na prova feminina, que derrotou na final a peruana Maria Fernanda Reyes, co, 11,76 pontos, contra 9,24. Do lado masculino houve uma super final, com o peruano e antigo campeão mundial Piccolo Clemente a bater o norte-americano Tony Silvagni, com 14,24 pontos, contra 12,53.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Outras Notícias Relacionadas