Homepage

  • Vasco Ribeiro: “É importante olhar para dentro e ver o que andamos a fazer”
    28 outubro 2022
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    Jorge Matreno/ANSurfistas
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Vasco estreou-se no Bom Petisco Peniche Pro com um triunfo e um dos melhores scores da ronda inaugural masculina.
  • Vasco Ribeiro consumou, esta sexta-feira, o anunciado regresso à competição, depois de uma pausa de várias semanas para reabilitação dos problemas de saúde mental que o têm vindo a afetar. E o campeão nacional não fez por menos, conseguindo uma das melhores prestações da ronda inaugural do Bom Petisco Peniche Pro, a etapa final da Liga MEO Surf, que se está a disputar no Lagide.

    Um regresso que deixou Vasco radiante e com boas sensações. Depois de garantir o triunfo no heat 11, com um total de 14,45 pontos, naquele que foi o segundo melhor score da ronda inaugural masculina, o surfista da Poça surgiu na flash interview com um sorriso nos lábios, revelando ter reencontrado a alegria de surfar. A mesma que sentia quando ainda era um jovem talento a dar os primeiros passos em cima da prancha.

    “Encontrei essa alegria, sim”, começou por corroborar Vasco Ribeiro. “E encontrei também essa alegria ao longo destes dias em que voltei a surfar. É incrível poder estar aqui outra vez a competir e sentir-me bem e feliz com isso. Isso é o mais importante. Agora, é continuar neste caminho devagarinho”, apontou o surfista de 27 anos.

    Afastado da competição e também do mar desde meados de Agosto, só recentemente Vasco Ribeiro voltou a entrar na água na companhia de prancha. Um caminho que culminou com este regresso às provas em Portugal e que considera ter sido complicado. “Tem sido um caminho difícil, mas é sempre importante uma pessoa parar e olhar para dentro e ver o que andamos a fazer e onde podemos melhorar. Isso é o mais importante. Tomei a decisão de parar e colocar a minha pessoa em primeiro lugar. Decidi pensar em mim e foi a melhor coisa que fiz”, assegurou o cinco vezes campeão nacional.

    Parte integrante da vasta lista de surfistas que lutam pelo título nacional em Peniche, para Vasco o mais importante neste momento é dar um passo de cada vez. A matemática do título é algo que não o atormente. Assim como o regresso às provas internacionais. Isto porque o campeão nacional garantiu não haver qualquer possibilidade de o vermos a competir no Havai, na etapa final das Challenger Series, mesmo tendo ainda possibilidades matemáticas de qualificação para o circuito mundial em 2023.

    “Não, não. Para já, ainda não vou fazer provas internacionais. Vim aqui fazer a Liga MEO Surf porque, realmente, sinto-me bem aqui e com estas pessoas por perto. Mas quero dar um passo de cada vez. Hoje estou aqui e é isso que importa”, frisou o campeão nacional, que no sábado volta a entrar na água em busca de mais um triunfo que torne este regresso ainda mais colorido.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Liga MEO Surf
  • Vasco Ribeiro
  • Bom Petisco Peniche Pro
  • Fotografia
    Jorge Matreno/ANSurfistas
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
fevereiro 07
O tempo vai mudar esta quarta-feira: vem aí chuva em especial na região Sul
fevereiro 07
Seleção Nacional de Surf inicia operação Mundial ISA/Eurosurf com estágio em Peniche
fevereiro 07
Caparica recebe em março prova de qualificação para a Liga MEO Surf 2023
fevereiro 07
Cursos de Treinadores de Surfing Grau I/Surf Grau II da ASIP alargados a novos locais e já com inscrições abertas
fevereiro 07
Regressa a chuva e dois distritos estão sob aviso amarelo
fevereiro 06
Sintra Pro no calendário do Mundial de Bodyboard 2023, mas sem elite masculina
fevereiro 06
Temperatura a descer e a chuva deverá regressar esta semana