Homepage

  • Mais de 200 baleias perderam a vida após ficarem encalhadas em ilha remota da Nova Zelândia
    11 outubro 2022
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    Facebook Project Jonah New Zealand
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • As baleias sobreviventes acabaram por ser abatidas, de modo a “evitar mais sofrimento”, disse o Ministério da Conservação da Nova Zelândia.
  • Cerca de 240 baleias faleceram depois de terem ficado presas numa praia nas remotas ilhas Chatham, na Nova Zelândia, neste que foi o segundo incidente do género em menos de uma semana, confirmaram esta terça-feira fontes oficiais.

    O Ministério da Conservação da Nova Zelândia disse em comunicado que tem equipas no terreno, na Baía de Waihere, localizada na ilha Pitt, a cerca de 840 quilómetros da Ilha Sul da Nova Zelândia.

    O ministério disse que as baleias sobreviventes acabaram por ser abatidas, de modo a “evitar mais sofrimento” e devido também ao risco de ataque por tubarões, tanto para os humanos, como para as próprias baleias.

    “Esta decisão nunca é tomada de ânimo leve, mas em casos como este é a opção mais humanista”, disse o assessor técnico do ministério para os assuntos marítimos, Dave Lundquist, citado no comunicado.

    Lundquist explicou ainda que Pitt é a “ilha desabitada mais remota da Nova Zelândia”, fazendo com que as comunicações sejam “limitadas" e a "logística um desafio”.

    Este incidente ocorre após 215 baleias-piloto também terem perdido a vida no passado sábado, após terem ficado encalhadas numa outra praia das ilhas Chatham, onde residem menos de 800 pessoas.

    Estas baleias e outros mamíferos marinhos ficam encalhados, com frequência, na costa Sul da Austrália e da Nova Zelândia.

    Para os especialistas, tal pode acontecer devido a doenças, erros de navegação, mudanças de maré, condições climáticas extremas ou devido à perseguição de predadores.

    Recorde-se que no final do passado mês de setembro, mais de 200 baleias-piloto morreram após encalharem numa ilha remota na Tasmânia, no sul da Austrália, no mesmo local onde outros 370 animais perderam a vida dois anos antes.

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf! 

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Nova Zelândia
  • Natureza
  • Meio Ambiente
  • Baleias
  • morte
  • Fotografia
    Facebook Project Jonah New Zealand
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
fevereiro 07
O tempo vai mudar esta quarta-feira: vem aí chuva em especial na região Sul
fevereiro 07
Seleção Nacional de Surf inicia operação Mundial ISA/Eurosurf com estágio em Peniche
fevereiro 07
Caparica recebe em março prova de qualificação para a Liga MEO Surf 2023
fevereiro 07
Cursos de Treinadores de Surfing Grau I/Surf Grau II da ASIP alargados a novos locais e já com inscrições abertas
fevereiro 07
Regressa a chuva e dois distritos estão sob aviso amarelo
fevereiro 06
Sintra Pro no calendário do Mundial de Bodyboard 2023, mas sem elite masculina
fevereiro 06
Temperatura a descer e a chuva deverá regressar esta semana