Homepage

  • Joel Rodrigues: 'Dei o meu melhor, mas não consegui cumprir o objetivo'
    26 outubro 2022
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    Frontón King
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • No próximo ano, o jovem bodyboarder português vai atacar a categoria Open do circuito mundial.
  • Depois de ter sido vice-campeão do mundo Júnior em 2021, Joel Rodrigues voltou a estar entre os três melhores bodyboarders do mundo dessa mesma categoria no presente ano de 2022.

    Outra vez no emblemático Frontón, palco do Gran Canaria Frontón King, Joel lutou até ao derradeiro heat da época pelo título mundial, neste que foi o seu último ano na categoria destinada aos competidores mais novos. Desta vez, Rodrigues alcançou o terceiro posto final

    Através das redes sociais, o talentoso bodyboarder luso efetuou o balanço desta aventura, onde fez grande parte do circuito mundial, tendo inclusive conquistado a etapa de Antofagasta.

    Neste balanço final, Joel disse: "Não consegui cumprir o meu objetivo. Queria vencer. Já sabia que ia ser uma prova difícil, mas por outro lado sinto que dei o meu melhor, apesar de não o conseguir demonstrar na final".

    O competidor português entende que tem vindo a fazer um "bom percurso até agora no Tour" ao mesmo tempo que confidencia que este "não foi um ano fácil a nível de custos para conseguir participar nas várias etapas fora de Portugal".

    Diz Joel Rodrigues que tal "só foi possível graças ao apoio do Clube Naval Povoense e da Câmara Municipal de Vila do Conde", bem como pela "grande ajuda também da NMD Board CO e da Junta Freguesia da Póvoa de Varzim".

    Outro suporte importante nesta aventura foram os pais de Joel. Para os progenitores ficou um agradecimento muito especial. "Só consegui concluir esta última etapa e estar mais de um mês na Gran Canária graças ao meus pais por tudo que fizeram e deixaram para trás. Mais uma vez, obrigado ao meus pais por nunca me falharem", escreveu.

    Durante a sua estadia no arquipélago espanhol das Canárias, o quarto classificado no Frontón King Júnior de 2022 sublinhou que as "despesas foram muitas" num contexto em que os "apoios são poucos". Não obstante "centenas de tentativas", não foi bem-sucedida a missão de "angariar" mais apoios.

    Em termos competitivos, terminada a incursão pela categoria Júnior, Joel Rodrigues aponta já ao futuro, inserido no categoria Open e na qual pretende fazer o Mundial de Bodyboard versão 2023.

    Mediante uma nova realidade competitiva, o vice-campeão do mundo Júnior em 2021 tem a noção de que tudo "vai ser mais difícil", pois há "muita mais concorrência". Contudo, assegura que irá "continuar da mesma forma motivado" e a "trabalhar para assumir um bom lugar" no ano de estreia entre a elite mundial.

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • praia
  • mar
  • bodyboard
  • Competição
  • IBC World Tour
  • Joel Rodrigues
  • Gran Canaria Fronton King
  • Frontón King
  • Portugal
  • Fotografia
    Frontón King
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
fevereiro 01
Surf nacional lamenta perda de Pedro Lacerda
fevereiro 03
Lucas Fink, de Ipanema para as ondas grandes da Nazaré com a prancha de skimboard: 'Se o teu sonho não te dá medo, não estás a sonhar alto'
fevereiro 03
Sol e temperaturas acima dos 20ºC no primeiro fim de semana de fevereiro
fevereiro 03
Está a chegar o Circuito Regional de Surf do Sul 2023!
fevereiro 02
Tempo frio ainda deixa três distritos sob aviso amarelo
fevereiro 02
Praia da Empa coroou vencedores do Science Ericeira 2022
fevereiro 01
FUEL TV assegura transmissão do Winter Dew Tour 2023 à escala global