Homepage

  • Surf feminino português em grande destaque na imprensa internacional
    13 outubro 2022
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    WSL
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • WCT e Jogos de Paris’2024 na mira das principais surfistas portuguesas.
  • O grande momento de forma que o surf feminino português atravessa já não escapa aos olhares de fora. Os consecutivos sucessos da armada lusa feminina fora de portas são, agora, tema de destaque da imprensa internacional, com um artigo no site “The Inertia” em que Teresa Bonvalot e Yolanda Hopkins são as principais visadas. O futuro do surf competitivo nacional está seguro nos ombros das duas surfistas, aponta o site especializado em surf.

    Teresa e Yolanda são, de facto, as pontas de lança de uma armada cada vez mais proeminente, juntando-se a elas mais um par de surfistas de enorme talento. Carolina Mendes, Kika Veselko e Mafalda Lopes são rostos e apostas já firmes de uma incrível renovação no surf feminino nacional. E depois há já muitas sementes lançadas na geração mais jovem, com Gabriela Dinis a assumir já as rédeas do talento júnior.

    O artigo aborda vários aspetos, desde a importância estratégica que Portugal assumiu no calendário internacional, graças às suas ondas, com destaque para Supertubos, à falta de um domínio competitivo. Também o contra ciclo do surf masculino em relação ao surf feminino é abordado, onde se relembra a influência de Tiago Pires e Frederico Morais nos últimos anos, sendo eles os únicos portugueses a chegarem à elite mundial do surf.

    Mas, agora, as atenções estão centradas no surf feminino. Os resultados recentes provam-no a toda a hora. São nove etapas consecutivas com vitórias portuguesas no QS europeu feminino. Mais do que isso, o sonho da estreia no CT feminino está ao virar da esquina. Nunca esquecendo o brilharete no Mundial ISA de 2021, com as medalhas de prata e bronze de Yolanda e Teresa, respetivamente, que as colocou nos Jogos Olímpicos de Tóquio’2020.

    Depois de Tóquio, Paris’2024 fica já ali ao virar da esquina e Portugal terá uma palavra a dizer no processo qualificativo. Em Huntington Beach, no Mundial ISA 2022, foi por pouco que a armada lusa feminina não trouxe uma vaga para casa, podendo ambicionar à terceira vaga excecional. O sonho foi desfeito por uma lesão de Teresa Bonvalot no dia final da prova californiana, mas nem por isso caiu por terra a ambição de voltar a lutar por essa vaga em 2024.

    Nas Challenger Series, onde Portugal tem tido um contingente de cinco surfistas nas etapas mais recentes, também são Teresa e Yolanda o rosto mais visível deste impactante momento. A surfista de Cascais ocupa o sétimo posto do ranking e está a pouco mais de 600 pontos do cut, a duas etapas do final co circuito. Teresa é uma séria candidata a garantir uma vaga no CT do próximo ano e a fazer ainda mais história no surf nacional. Mais atrás, no 20.º posto, vem Yolanda Hopkins, também ela com mira apontada ao topo do surf mundial.

    São dois nomes de destacam, que ajudaram mutuamente a elevar cada vez mais o nível do surf feminino nacional além-fronteiras e que abriram portas a uma nova geração pronta a seguir-lhes as pisadas. Bonvalot e Hopkins estão aí, prontas para continuarem a quebrar barreiras e a fazer história. E quem sabe se a mais ambicionada qualificação não chega já este ano, dando razão a todo o destaque merecido neste artigo.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Teresa Bonvalot
  • Yolanda Hopkins
  • Portugal
  • Fotografia
    WSL
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
fevereiro 06
Sintra Pro no calendário do Mundial de Bodyboard 2023, mas sem elite masculina
fevereiro 06
Temperatura a descer e a chuva deverá regressar esta semana
fevereiro 06
Farol do Cabo de São Vicente alvo de profunda restauração
fevereiro 06
Rio de Janeiro a ferver! 'Cidade maravilhosa' regista sensação térmica recorde de 58ºC
fevereiro 06
Gustavo Ribeiro é vice-campeão do mundo de skate
fevereiro 01
Surf nacional lamenta perda de Pedro Lacerda
fevereiro 03
Lucas Fink, de Ipanema para as ondas grandes da Nazaré com a prancha de skimboard: 'Se o teu sonho não te dá medo, não estás a sonhar alto'