Homepage

  • Morte de Kalani David deixa surf mundial em choque
    18 setembro 2022
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    WSL
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Foi uma das maiores promessas da sua geração e também era uma estrela do skate.
  • O surf havaiano e mundial acordaram, este domingo, em choque com as notícias da morte de Kalani David. O surfista de 24 anos terá perdido a vida enquanto surfava na Costa Rica, segundo revelaram fontes próximas do próprio surfista.

    Segundo o famoso fotógrafo Peter King, um dos mais reputados do mundo do surf e amigo pessoal de David, o surfista terá sofrido uma forte convulsão enquanto estava a surfar. Tudo aconteceu na Costa Rica, embora a praia não seja especificada. O surfista havaiano encontrava-se naquele país da América Latina com a família.

    David foi uma das maiores promessas do surf e skate mundial da sua geração, dando nas vistas desde muito cedo, mas os últimos anos foram passados longe dos holofotes da fama. Kalani David estava a lutar contra um problema de saúde, depois de lhe ter sido detetado síndrome de Wolff-Parkinson-White. Algo que lhe causava repentinos aceleramentos do ritmo cardíaco.

    No início de 2017, Kalani David já tinha sofrido um episódio que o deixou às portas da morte. Com apenas 18 anos, David estava a andar de skate em Oceanside, na Califórnia, quando sofreu convulsões e um ataque cardíaco. Na altura, os médicos que o salvaram apontaram a síndrome Wolff-Parkinson-White como a causa do sucedido.

    Por essa altura, já Kalani David estava longe dos resultados que outrora o afirmaram como uma das maiores promessas do surf e skate mundial. No skate, aos 14 anos, chegou a bater-se com os melhores do Mundo.

    No surf, teve uma carreira de sucesso em júnior, chegando a competir no Mundial da categoria, em Keramas, em 2012, onde terminou no 9.º posto, frente a surfistas bem mais velhos, como foi o caso do português Frederico Morais. Por esta altura, estabelecia-se como um dos maiores fenómenos precoces do surf mundial. Em 2016 repetiu esse 9.º posto no Mundial da categoria, que foi disputado na Ericeira.

    No WQS estreou-se aos 12 anos e teve como melhor temporada a de 2015, onde terminou no 127.º posto. A partir daí caiu a pique e desde 2019 que já não competia. Em 2018 ainda chegou a enfrentar a elite mundial, como convidado do Billabong Pipe Masters, no Havai, numa altura em que o estatuto de futura estrela do surf havaiano já tinha caído por terra, em virtude dos problemas de saúde.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Kalani David
  • Fotografia
    WSL
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
dezembro 03
FPS agradece todo o 'trabalho' e 'dedicação' de Teresa Bonvalot
dezembro 02
Primeiro fim de semana de dezembro vai ser frio, cinzento e chuvoso
dezembro 02
Grupos central e oriental dos Açores com aviso amarelo devido ao mau tempo e mar agitado
dezembro 02
Seleção Nacional de Surf Adaptado já partiu para o Mundial ISA 2022
dezembro 02
Ericeira Surf Clube participa em projeto que promove a sustentabilidade ambiental e não só
novembro 30
Chuva não fica para o feriado: sol vai brilhar
novembro 29
Governo australiano é contra a inclusão da Grande Barreira de Coral na lista de Património Mundial em perigo