Homepage

  • Milhares de trutas perderam a vida e outras foram retiradas do posto aquícola de Bragança
    01 setembro 2022
    arrow
    arrow
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • A diretora regional do ICNF explicou que as equipas levaram o "máximo de progenitores” que conseguiram para o outro posto aquícola do ICNF (situado no Marão).
  • Milhares de trutas foram retiradas e outras morreram por causa do calor e da falta de água no posto aquícola de Castrelos (Bragança), equipamento destinado à criação para repovoamento do peixe dos rios transmontanos.

    A informação foi avançada pela agência noticiosa Lusa através de Sandra Sarmento, diretora regional (Norte) do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), o organismo responsável pelo posto aquícola onde, desde 2008, é feita reprodução para repovoamento na região da conhecida truta dos rios de águas frias, como o Baceiro.

    Este rio serve de captação de água para o posto, mas a seca causou uma redução do caudal e uma subida da temperatura da água. Estes dois fatores obrigaram, no passado mês de julho, a esvaziar os tanques, com capacidade para fazer criação de 400 mil trutas por ano.

    “Foi um processo complicado porque, efetivamente, a subida de temperatura foi muito significativa e isso trouxe as consequências associadas e obviamente tivemos que retirar os peixes”, afirmou Sandra Sarmento à Lusa, à margem das comemorações dos 43 anos do Parque Natural de Montesinho, onde se encontra o posto aquícola.

    A diretora regional do ICNF explicou que as equipas levaram o "máximo de progenitores” que conseguiram para o outro posto aquícola do ICNF (situado no Marão) e colocaram os "juniores em meio hídrico para garantir a sua sobrevivência”.

    “Neste contexto, houve naturalmente alguns peixes que acabaram por morrer”, declarou, sustentando que a "temperatura [da água] subiu porque as disponibilidades hídricas do rio e o teor de oxigénio desceram muito, e isso fez com que os peixes sofressem”.

    Sandra Sarmento indicou que esta ocorrência obrigará a fazer algumas adaptações no posto aquícola para prevenir situações como estas, que podem vir a ser “cada vez mais frequentes” devido às alterações climáticas.

    Obrigará ainda a refazer o trabalho de recolha de progenitores em cada um dos rios da região, para voltar a haver condições para a continuidade do projeto de repovoamento e a preservação deste património — que, além do valor para a biodiversidade, é um ativo económico ao nível da pesca e da gastronomia.

    O trabalho realizado pelo ICNF neste posto aquícola é feito em colaboração com o Instituto Politécnico de Bragança (IPB). Amílcar Teixeira, investigador do IPB, diz à Lusa que o que aconteceu neste verão no Baceiro é inédito em rios de montanha do Norte de Portugal.

    “É uma situação que era típica dos rios do Sul, os rios temporários que normalmente secam durante o verão. O que estamos a testemunhar agora é, com estas ondas de calor, com as alterações climáticas, uma sucessão de eventos que levam a uma perda de biodiversidade”, afirma.

    O investigador concretiza que foram recentemente registadas, em rios regionais de águas frias como o Baceiro, o Rabaçal ou o Tuela, temperaturas na ordem dos 25 graus, que estão “no limite da tolerância da espécie [truta]”.

    “Significa isto que, se continuarmos a ter muitos eventos destes, pode ser que a espécie não encontre condições. Quem diz a truta diz outras espécies muito sensíveis a variações da temperatura, que vão desaparecer destes ecossistemas”, diz.

     

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Natureza
  • Meio Ambiente
  • Ecossistema
  • ICNF
  • Trutas
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
fevereiro 06
Rio de Janeiro a ferver! 'Cidade maravilhosa' regista sensação térmica recorde de 58ºC
fevereiro 06
Farol do Cabo de São Vicente alvo de profunda restauração
fevereiro 06
Temperatura a descer e a chuva deverá regressar esta semana
fevereiro 06
Sintra Pro no calendário do Mundial de Bodyboard 2023, mas sem elite masculina
fevereiro 06
Gustavo Ribeiro é vice-campeão do mundo de skate
fevereiro 01
Surf nacional lamenta perda de Pedro Lacerda
fevereiro 03
Lucas Fink, de Ipanema para as ondas grandes da Nazaré com a prancha de skimboard: 'Se o teu sonho não te dá medo, não estás a sonhar alto'