Homepage

  • Antiga estrela do CT Chris Davidson morre aos 44 anos
    26 setembro 2022
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    WSL  
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Na memória fica o 3.º posto alcançado em Peniche em 2010.
  • O surf mundial acordou, este domingo, com a notícia da morte de Chris Davidson, antiga estrela do CT no início deste século e um dos mais talentosos surfistas australianos da sua geração. Apesar de inicialmente não haver confirmação da identidade da vítima, rapidamente os rumores se foram adensando na imprensa australiana de que, de facto, tinha sido “Davo” a ser brutalmente agredido à porta de um bar e a falecer na sequência das agressões.

    Segundo os meios australianos, Chris Davidson estava num pub a Norte de Sydney, quando se envolveu numa discussão com outra pessoa. A altercação terá acontecido já no exterior do pub, com Davidson a levar um soco na face e a cair no chão. O impacto da cabeça do surfista com o chão terá causado danos irreversíveis e provocado a morte.

    Chris Davidson ainda foi socorrido e levado para um hospital local, onde viria a ser confirmado o óbito poucas horas depois. Mais tarde, viria a ser confirmado o nome da vítima, batendo certo com os rumores que apontavam para “Davo”. Uma notícia que deixou em choque a comunidade surfista australiana e internacional.

    Ultimamente a viver uma vida mais recatada e afastada dos holofotes da fama, Chris Davidson fica na memória como um dos grandes talentos da sua geração, dono de uma rebeldia que, por vezes, o impediu de voar ainda mais alto. Esteve ao longo de vários períodos no circuito mundial, sendo a última passagem entre 2009 e 2011.

    Em 2009 fez o melhor resultado da carreira, com a final perdida para Adriano de Souza do Billabong Pro Mundaka. Mas foi no ano seguinte que conseguiu a melhor performance no Tour, ao terminar no 14.º posto do ranking. Pelo meio fica na memória uma grande prestação na etapa de Peniche, onde foi 3.º, após ter sido travado por Kelly Slater nas meias-finais.

    Antes disso, com apenas 19 anos, Davidson fez a grande apresentação ao Mundo do surf, sendo convidado para o Rip Curl Pro Bells Beach de 1996, onde venceu Kelly Slater em dois heats consecutivos, causando enorme surpresa na competição.

    O ano de 2011 foi o último de um trajeto entre a elite mundial. Desde essa altura, “Davo” nunca mais voltou a competir em provas da WSL, entrando praticamente no anonimato. Com exceção de algumas notícias que iam surgindo de problemas com a justiça. Este domingo, Chris Davidson deixou-nos, após um infeliz acontecimento na sua região, em Sydney.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Chris Davidson
  • Austrália
  • Morte
  • Fotografia
    WSL  
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
novembro 25
Sol fica só até sábado: chuva volta no domingo
novembro 24
Seleção Nacional de Surf Adaptado quer medalhas no Mundial ISA 2022
novembro 24
Prolongado aviso de agitação marítima na Madeira
novembro 23
O que esperar do grande swell que vai entrar na Nazaré?
novembro 23
Divulgados os convocados da Seleção Nacional de Surf Adaptado para o Mundial ISA 2022
novembro 23
Cuidados a ter por causa da forte agitação marítima esperada
novembro 23
Guilherme Ribeiro e Justin Mujica recebem wildcards para o Special Event do circuito ASCC Caparica Power