Homepage

  • 'É quase anti-desportivo e desrespeitador', assim define Tiago Pires o cut que houve no CT 2022
    05 julho 2022
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    WSL/Poullenot/Aquashot
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Saca não é a favor da polémica solução competitiva adotada pela World Surf League para a presente temporada.
  • A temporada de 2022 do Championship Tour (CT) fica inevitavelmente marcada pelo cut que houve a meio da época e que reduziu o elenco da divisão máxima do surf mundial. 

    Após a etapa de Margaret River, na Austrália, apenas 24 homens e 12 mulheres ficaram para a contar a história da restante campanha que vai terminar na finalíssima de Trestles, com a discussão dos títulos mundiais. Este foi o regresso do polémico cut ao circuito mundial de surf, depois de também ter existido em 2011. Ano em que Tiago Pires era o único representante do surf nacional entre a elite. 

    Em entrevista concedida à agência noticiosa Lusa, 'Saca' mostrou-se crítico do regresso do malfadado cut. "Não sou fã de cortar coisas a meio do ano. Os surfistas passam por um processo muito difícil para se qualificarem e, depois de conseguirem, o número de vagas é cortado. Acho quase anti-desportivo”, considera.

    E reforçou: “Acho até desrespeitador para os atletas de alta competição. É muito duro e não sou a favor”.

    No entender de Tiago, a "World Surf League (WSL) quer a todo o custo mudar o formato do CT, de forma a reduzir o tempo das provas e os custos” com as mesmas.

    "As desculpas são criar o Dream Tour e os eventos mais curtos. Mas há o lado humano, o principal. A verdade é que ficaram 14 atletas de fora da segunda metade da época. E o que eles passaram para chegar ao circuito mundial. Não dar um ano completo a todos os surfistas é um erro”, entende.

    Entre o lote de surfistas que ficou abaixo do cut, esteve Frederico Morais, que foi relegado para o circuito Challenger Series, onde tenta a requalificação para o circuito em que foi top 10 mundial vai agora fazer um ano.

    Apesar desta saída do CT, 'Saca' acredita que Kikas “tem mais do que argumentos” para regressar à elite já em 2023. “O Frederico é um atleta de topo. Agora, depara-se com uma nova realidade, na Challenger Series, onde há muitos novos talentos e o nível de surf vai aumentar. É cada vez mais difícil manter um lugar na elite”, analisa. 

    Já sobre Vasco Ribeiro, o outro representante do surf nacional masculino na Challenger Series, Tiago Pires considera que o recordista de títulos nacionais Open está a atravessar um “momento excelente” e “com mais trabalho, disciplina, organização e sacrifício” já estaria no CT há alguns anos.

    “Em termos de talento bruto é, talvez, o maior talento que Portugal já viu nascer. Mas isso pode funcionar às vezes contra ele. Muito mais resultados vão vir do trabalho do que do talento”, sublinhou.

    Nesta entrevista à Lusa, houve igualmente palavras para o extraordinário momento que o surf nacional feminino atravessa, destacando o "grande mérito" de Teresa Bonvalot, afirmando que a atual campeã europeia da WSL é uma "mulher muito focada e determinada”.

     

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • praia
  • mar
  • Surf
  • Competição
  • WSL
  • World Surf League
  • Cut
  • CT
  • tiago pires
  • Fotografia
    WSL/Poullenot/Aquashot
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
dezembro 03
FPS agradece todo o 'trabalho' e 'dedicação' de Teresa Bonvalot
dezembro 02
Primeiro fim de semana de dezembro vai ser frio, cinzento e chuvoso
dezembro 02
Grupos central e oriental dos Açores com aviso amarelo devido ao mau tempo e mar agitado
dezembro 02
Seleção Nacional de Surf Adaptado já partiu para o Mundial ISA 2022
dezembro 02
Ericeira Surf Clube participa em projeto que promove a sustentabilidade ambiental e não só
novembro 30
Chuva não fica para o feriado: sol vai brilhar
novembro 29
Governo australiano é contra a inclusão da Grande Barreira de Coral na lista de Património Mundial em perigo