Homepage

  • 'É quase anti-desportivo e desrespeitador', assim define Tiago Pires o cut que houve no CT 2022
    05 julho 2022
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    WSL/Poullenot/Aquashot
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Saca não é a favor da polémica solução competitiva adotada pela World Surf League para a presente temporada.
  • A temporada de 2022 do Championship Tour (CT) fica inevitavelmente marcada pelo cut que houve a meio da época e que reduziu o elenco da divisão máxima do surf mundial. 

    Após a etapa de Margaret River, na Austrália, apenas 24 homens e 12 mulheres ficaram para a contar a história da restante campanha que vai terminar na finalíssima de Trestles, com a discussão dos títulos mundiais. Este foi o regresso do polémico cut ao circuito mundial de surf, depois de também ter existido em 2011. Ano em que Tiago Pires era o único representante do surf nacional entre a elite. 

    Em entrevista concedida à agência noticiosa Lusa, 'Saca' mostrou-se crítico do regresso do malfadado cut. "Não sou fã de cortar coisas a meio do ano. Os surfistas passam por um processo muito difícil para se qualificarem e, depois de conseguirem, o número de vagas é cortado. Acho quase anti-desportivo”, considera.

    E reforçou: “Acho até desrespeitador para os atletas de alta competição. É muito duro e não sou a favor”.

    No entender de Tiago, a "World Surf League (WSL) quer a todo o custo mudar o formato do CT, de forma a reduzir o tempo das provas e os custos” com as mesmas.

    "As desculpas são criar o Dream Tour e os eventos mais curtos. Mas há o lado humano, o principal. A verdade é que ficaram 14 atletas de fora da segunda metade da época. E o que eles passaram para chegar ao circuito mundial. Não dar um ano completo a todos os surfistas é um erro”, entende.

    Entre o lote de surfistas que ficou abaixo do cut, esteve Frederico Morais, que foi relegado para o circuito Challenger Series, onde tenta a requalificação para o circuito em que foi top 10 mundial vai agora fazer um ano.

    Apesar desta saída do CT, 'Saca' acredita que Kikas “tem mais do que argumentos” para regressar à elite já em 2023. “O Frederico é um atleta de topo. Agora, depara-se com uma nova realidade, na Challenger Series, onde há muitos novos talentos e o nível de surf vai aumentar. É cada vez mais difícil manter um lugar na elite”, analisa. 

    Já sobre Vasco Ribeiro, o outro representante do surf nacional masculino na Challenger Series, Tiago Pires considera que o recordista de títulos nacionais Open está a atravessar um “momento excelente” e “com mais trabalho, disciplina, organização e sacrifício” já estaria no CT há alguns anos.

    “Em termos de talento bruto é, talvez, o maior talento que Portugal já viu nascer. Mas isso pode funcionar às vezes contra ele. Muito mais resultados vão vir do trabalho do que do talento”, sublinhou.

    Nesta entrevista à Lusa, houve igualmente palavras para o extraordinário momento que o surf nacional feminino atravessa, destacando o "grande mérito" de Teresa Bonvalot, afirmando que a atual campeã europeia da WSL é uma "mulher muito focada e determinada”.

     

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • praia
  • mar
  • Surf
  • Competição
  • WSL
  • World Surf League
  • Cut
  • CT
  • tiago pires
  • Fotografia
    WSL/Poullenot/Aquashot
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
agosto 09
Avistada caravela-portuguesa na Praia das Maçãs
agosto 09
Tartaruga presa em arte de pesca foi resgatada na foz do Mondego
agosto 09
De quase eliminada de primeira à glória, assim foi a história de Carolina Santos na Costa Nova
agosto 09
Fajã da Areia acolheu o arranque do Circuito Regional de Bodyboard Open da Madeira 2022
agosto 09
Após os sete primeiros meses do ano, Portugal regista número máximo de óbitos em meio aquático
agosto 03
Programa 'Praia Acessível - Praia para Todos!' apresenta número recorde de galardoados em 2022
agosto 05
Beachcam instala live cams nas praias de Paredes da Vitória e da Pedra do Ouro