Homepage

  • Bodysurf: Rodrigo Carrajola e Tiago Mesquita triunfaram na Vagueira
    11 julho 2022
    arrow
    arrow
  • Os dois competidores saborearam a vitória pela primeira vez em 2022.
  • A Praia da Vagueira, em Vagos, recebeu no passado domingo o Vagueira Pro'22, aquela que foi a terceira etapa da presente temporada do Campeonato Nacional de Bodysurf.

    Este foi um dia recheado de ação e competitividade, apesar das poucas ondas, nesta que é uma das etapas mais queridas do circuito nacional. Com o palanque montado no lado sul do Casablanca Beach Lounge, os bodysurfers exploraram ao máximo as oportunidades que surgiram, isto num dia que começou com nevoeiro e... chuva, apesar de ter sido um fim de semana marcado pelo intenso calor em todo o território continental. 

    No final, tivemos dois competidores que saborearam a vitória pela primeira vez em 2022. Na categoria Open, Rodrigo Carrajola foi o mais forte nas ondas da Vagueira. Desta forma, tivemos o terceiro vencedor diferente em outras tantas etapas já disputadas em 2022. O vencedor do título nacional em 2019 e 2020 foi bastante consistente durante todo o evento. Na final, que teve várias reviravoltas, rematou a campanha com o score combinado de 15,00 pts. Foi já na reta final que Rodrigo destronou Diogo Areia do primeiro posto. Este, tal como já havia sucedido na Caparica, foi vice-campeão. 

    A terceira posição ficou para Jaime Bonito. Para o atual campeão nacional Open, esta foi a primeira final que fez na presente campanha. Um resultado importante para o ataque à revalidação da coroa nacional nas duas etapas que restam disputar. Herói local, Miguel Rocha foi o quarto colocado e o autor da melhor onda de todo o campeonato, com 9,00 pts. 

    Em termos de categoria Júnior, apenas uma quarteto de bodysurfers esteve em ação. A jogar em casa, o vigente campeão nacional Tiago Mesquita quebrou a invencibilidade de Guilherme Santos na presente época. Gui teve de contentar-se com o segundo posto. Na posição seguinte, ficou a local Miriam Julião, que habitualmente compete na Liga MEO Surf, a competição que define os títulos máximos do surf nacional. Carlos Guimarães foi quarto.

    Após a conclusão da prova, o presidente da Câmara Municipal de Vagos, Silvério Regalado afirmou que a "Vagueira é sinónimo de bodysurf em Portugal. Existindo a vontade que, depois de oito anos, a comunidade de bodysurf regresse todos os anos à Vagueira".

    A próxima etapa da competição organizada pela Associação Surf Social Wave vai levar os melhores bodysurfers nacionais até Santa Cruz, num evento que está inserido no cartaz desportivo do regressado festival Santa Cruz Ocean Spirit - Festival Internacional de Ondas. A quarta e penúltima etapa do ano terá lugar a 23 ou 24 de julho. As inscrições podem ser efetuadas AQUI.

    Resultados:

    Open

    1º Rodrigo Carrajola
    2º Diogo Areias
    3º Jaime Bonito
    4º Miguel Rocha

    Júnior

    1º Tiago Mesquita
    2º Guilherme Santos
    3ª Miriam Julião
    4ª Carlos Guimarães

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • praia
  • mar
  • Bodysurf
  • Competição
  • Praia da Vagueira
  • Vagueira Pro
  • Portugal
  • Rodrigo Carrajola
  • tiago mesquita
  • Associação Surf Social Wave
  • Campeonato Nacional de Bodysurf
  • Fotografia
    Bodysurf Portugal
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
dezembro 06
Portugal com estreia positiva no Mundial de Para-surfing
dezembro 05
Frederico Morais para Teresa Bonvalot: 'Tens de estar é orgulhosa da atleta que foste este ano'
dezembro 05
Distritos de Faro e Beja com aviso laranja devido à chuva forte
dezembro 05
492 vidas já foram salvas pela Marinha desde o início do ano
dezembro 05
Mau tempo deixa todo o arquipélago dos Açores sob aviso amarelo
dezembro 05
Mundial ISA de Surf Adaptado já está na água: como ver a Seleção Nacional?
dezembro 05
Já não chega proteger a biodiversidade: restaurar é o caminho