Homepage

  • Fotografia
    Caparica Waves/ANSurfistas/Jorge Matreno
  • Fonte
    Alexandre Melo
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • No passado dia 27 de junho, o pequeno Zion voltou a vestir o fato e a entrar dentro de água para surfar.
  • Não têm sido tempos fáceis aqueles que Zion Brocchi e a respetiva família têm vivido recentemente. Dor, insegurança, ansiedade, mas também muita esperança marcaram as últimas semanas.

    No passado mês de maio, Zion foi submetido a uma delicada intervenção cirúrgica, depois de ter sido diagnosticado um tumor cerebral. Um momento muito difícil e que sensibilizou toda a comunidade surfista portuguesa. Ninguém ficou indiferente ao sucedido.

    Com apenas oito anos de idade, Zion viu-se subitamente impossibilitado de fazer aquilo que mais gosta na vida. Pegar na prancha e entrar dentro de água para surfar altas ondas.

    Por isso, desde a primeira hora, o jovem talento da Caparica delineou um objetivo claro desde o dia 1 de tratamentos. "Voltar a surfar o mais rapidamente possível."

    A primeira reaproximação ao planeta surf aconteceu junto daqueles que está habituado a ver na televisão e que espera um dia defrontar nas ondas de eleição de Portugal. O grom da Caparica visitou a etapa da Ericeira da Liga MEO Surf de 2022, que foi disputada em Ribeira d'Ilhas no passado mês de junho. Ali, conviveu de perto com os melhores surfistas nacionais ao mesmo tempo que acompanhou toda a dinâmica do campeonato, nomeadamente ao nível dos bastidores. 

    De recordação, levou para casa licras assinadas, que recebeu das mãos de Frederico Morais e Teresa Bonvalot. Uma bonita surpresa!

    Foto: ANSurfistas/Jorge Matreno

    Depois deste caloroso contacto, estava dado o mote para o que veio a seguir. Dias depois, nova vitória em "mais um heat" neste caminho da recuperação. E este não foi um heat qualquer. Quis o destino, que pouco mais de um mês após a delicada operação, Zion Brocchi voltasse a surfar.

    "O Zion foi operado ao tumor e tem pela frente um ano e meio de tratamentos. Na passada quinta-feira, dia 7 de julho, iniciou o segundo ciclo de sessões de quimioterapia. Nunca pensei, no meio disto tudo, que fosse estar bem para entrar na água", começou por contar a mãe Vânia em conversa com o Beachcam.

    "Um dos impedimentos era o facto de ter um cateter externo. Quando o Zion começou a sentir-se bem, tinha esse tubo, pelo que não podia ir para a água", explicou. Só que no passado dia 27 de junho, tudo se conjugou na perfeição para um emotivo regresso às surfadas na Costa de Caparica, onde mais poderia ser...

    "Durante a madrugada desse dia 27, o tubo caiu por si e o Zion não deu por nada. Nesse dia, tínhamos consulta no IPO. Estava tudo bem, cicatrizado. A médica disse que agora seria necessário marcar data para a introdução de um cateter subcutâneo, pelo que o Zion ganhou ali uns dias em que podia surfar", referiu Vânia. 

    Ciente do que isso significava, o pequeno Zion Brocchi era todo ele alegria e entusiasmo. Afinal, estava muito perto de voltar a vestir o fato, pegar na prancha e ir para dentro de água. Quem diria isto há algumas semanas atrás?

    Foto: Caparica Waves

    "Saímos do IPO e o que mais queria era surfar. De imediato, fomos ter com os amigos da Associação de Surf da Costa de Caparica, onde o Zion treina. Estes iam ter uma sessão. Conseguimos chegar a tempo. Foram todos juntos para dentro de água e divertiram-se", contou a mãe de Zion, que é professora de surf.

    Onda após onda, rasgada atrás de rasgada, o talentoso surfista da Caparica esteve novamente no seu habitat. Ele, os amigos, o mar e a prancha. Voltou a sorrir. Naqueles dias, sempre que houve possibilidade, juntou o surf e o skate, outra paixão e com a qual começou a retomar a atividade física pós-operação.

    "Mais do que a componente de treino, acima de tudo tem sido uma grande diversão. É tudo muito lúdico, para já. Tem vindo a fazer uma sessão por dia quando as condições estão mais agradáveis. Depois, ao fim do dia quando o sol já está mais fraco, tem praticado skate. Assim, mantém-se ativo fisicamente", disse Vânia.

    A mãe de Zion fala num "quase milagre", pois nem a família e os médicos "conseguem entender bem o que está a acontecer", mas ambos não escondem a felicidade com o sucedido.

    Foto: Caparica Waves

    Depois de voltar a sentir a prancha no pé, Zion enfrenta agora um novo período de paragem forçada. "Na primeira semana de julho, fez uma pequena cirurgia para colocar um cateter subcutâneo. Agora tem de aguardar entre 8 a 10 dias para tudo ficar cicatrizado. Depois, se tudo correr bem, pode surfar com esse cateter, que não vai interferir na sua vida diária."

    É mais um passo cheio de esperança no caminho da recuperação para que Zion Brocchi possa estar dedicado ao surf na plenitude, aquilo que "basicamente já era a sua vida" e no qual já vinha a dar nas vistas em termos de competição.

     

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • praia
  • Surf
  • Zion Brocchi
  • Costa de Caparica
  • caparica
  • Fotografia
    Caparica Waves/ANSurfistas/Jorge Matreno
  • Fonte
    Alexandre Melo
similar News
similar
outubro 04
Costa Nova coroou campeões de Kneeboard e Masters de Bodyboard
outubro 03
Portugal arrecada 30 prémios nos Oscares Europeus dos Turismo
outubro 03
Curso de Treinadores de Surf Grau I de regresso ao Dr. Bernard Surf Center
outubro 03
Joel Rodrigues e Filipa Broeiro vice-campeões europeu de bodyboard
outubro 03
Surf Clube de Viana em destaque no Euro’Meet 2022 na Dinamarca
outubro 03
Francisco Santos sagra-se campeão nacional Sub-12
outubro 03
Rodrigo Carrajola sagra-se tricampeão nacional de bodysurf