Homepage

  • Conferência dos Oceanos encerra esta sexta-feira com adoção da Declaração de Lisboa
    01 julho 2022
    arrow
    arrow
  • O secretário-geral da Conferência, Liu Zhenmin, assegurou que o texto da declaração final está fechado.
  • Esta sexta-feira, dia 1 de julho, chega ao fim a 2ª Conferência dos Oceanos das Nações Unidas, encontro que está a realizar-se na Altice Arena, em Lisboa, desde a passada segunda-feira, dia 27 de junho.

    Sob o tema 'Salvar os Oceanos, Proteger o Futuro', esta Conferência é o maior de evento sempre dedicado à temática dos oceanos, tendo Portugal e Quénia como coorganizadores. 

    O último dia de trabalhos será marcado pela adoção do texto final, a Declaração de Lisboa. O documento deverá ser adotado na cerimónia de encerramento, a realizar entre as 15h00 e as 18h00, hora de Portugal continental.

    Na passada quinta-feira, o secretário-geral da Conferência, Liu Zhenmin, assegurou que o texto da declaração final já está fechado e não haverá alterações à versão preliminar com que se partiu para o encontro.

    "Honestamente, a declaração não será reaberta. Seria um risco abrir um texto aprovado numa reunião anterior. Será adotado o texto que os membros acordaram em Nova Iorque”, afirmou Liu Zhenmin.

    Na declaração final, reconhecem-se os “impactos devastadores” da pandemia de Covid-19 na economia baseada no oceano e, consequentemente, na saúde humana, com um aumento de lixo plástico nos mares.

    No documento, também pode ler-se que é necessária "mais ambição a todos os níveis para resolver o terrível estado do oceano“, ao mesmo tempo que os subscritores se manifestam “profundamente alarmados pela emergência global que o oceano enfrenta”, elencando a subida do nível das águas, erosão costeira a agravar-se e um mar "mais quente e mais ácido” com poluição que aumenta “a um ritmo alarmante”.

    Ontem, soube-se também que a França e a Costa Rica vão organizar em conjunto a próxima Conferência dos Oceanos, que terá lugar em 2025. O anúncio foi feito pelo Presidente de França, Emmanuel Macron, que marcou presença no evento e participou na sessão plenária presidida por Marcelo Rebelo de Sousa, o chefe de Estado português. 

     

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Declaração de Lisboa
  • Portugal
  • ONU
  • Conferência dos Oceanos
  • Conferência dos Oceanos das Nações Unidas
  • Natureza
  • Meio Ambiente
  • Ecossistema
  • Oceanos
  • Sustentabilidade
  • biodiversidade
  • Biodiversidade marinha
  • Fotografia
    ONU
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
fevereiro 01
Surf nacional lamenta perda de Pedro Lacerda
fevereiro 03
Lucas Fink, de Ipanema para as ondas grandes da Nazaré com a prancha de skimboard: 'Se o teu sonho não te dá medo, não estás a sonhar alto'
fevereiro 03
Sol e temperaturas acima dos 20ºC no primeiro fim de semana de fevereiro
fevereiro 03
Está a chegar o Circuito Regional de Surf do Sul 2023!
fevereiro 02
Tempo frio ainda deixa três distritos sob aviso amarelo
fevereiro 02
Praia da Empa coroou vencedores do Science Ericeira 2022
fevereiro 01
FUEL TV assegura transmissão do Winter Dew Tour 2023 à escala global