Homepage

  • Mariana Nogueira é a primeira campeã mundial Masters de bodyboard!
    27 junho 2022
    arrow
    arrow
  • A jogar em casa, o Brasil fez o pleno de triunfos no histórico Wahine Bodyboard Pro.
  • No passado sábado, dia 25 de junho, chegou ao fim o Wahine Bodyboard Pro, etapa a contar para o Mundial de Bodyboard de 2022 e que teve a particularidade de ter sido dedicada em exclusivo ao setor feminino.

    Na Praia do Solemar, em Jacaraípe, no município de Serra, estiveram em ação diferentes gerações de bodyboarders através das categorias Open, Master e Júnior. Impulsionado pela lendária Neymara Carvalho, este foi um campeonato que vai ficar gravado na história do bodyboard de competição, pois coroou a primeira campeã mundial Masters da história, categoria destinada às competidoras com mais de 35 anos. 

    Esse inédito título foi alcançado por Mariana Nogueira após final 100% brasileira. Mariana, que havia eliminado a portuguesa Catarina Sousa nas meias-finais com uma nota máxima à mistura, superiorizou-se no equilibrado duelo com a compatriota Joselane Amorim. Mariana Nogueira, que liderou grande parte da final, obteve um score combinado de 13,00 pts face aos 12,25 pts de Joselane. 

    "Não estava à espera deste título. Vim pelo desporto e para homenagear a Neymara, bem como todas as meninas que aqui estiveram presentes. Este evento foi histórico", disse a primeira campeã mundial Masters da história, isto já depois de ter sido campeã do mundo de bodyboard por três ocasiões (1992, 1995 e 1998).

    Num evento o que o Brasil fez o pleno no que toca a vitórias, a categoria Open teve como vencedora uma outra lenda do bodyboard do país irmão. A mãe deste campeonato, Neymara Carvalho, gritou vitória na Praia do Solemar, numa prova em que Teresa Padrela foi a bodyboarder lusa mais bem colocada ao alcançar o quinto posto.

    Aos 46 anos de idade, Neymara protagonizou uma campanha irrepreensível durante todo o evento. Se nas meias-finais derrotou Isabela Sousa, número um mundial à chegada a esta prova, na final superou Sari Ohhara, a atual campeã do mundo.

    A final foi super equilibrada, somente 0,35 pontos separaram as duas competidoras, sendo que a melhor nota do heat até foi de Sari Ohhara, conseguida no derradeiro ataque à liderança de Neymara Carvalho. Um 8,40 pts que ajudou a perfazer um score combinado de 15,15 pts, ainda assim insuficiente para suplantar os 15,50 pts da rival nipónica.

    Desta forma, a experiente bodyboarder brasileira vingou a final perdida na primeira etapa do ano, em Iquique. “É muita emoção. Este é o campeonato mais importante da minha vida. É muito difícil, mas é tão gratificante que não tenho palavras. Gostaria de agradecer mais uma vez a todas as meninas que vieram”, disse a bodyboarder, que já foi campeã do mundo por cinco ocasiões.

    Para Neymara Carvalho, o dia das finais do Wahine Bodyboard Pro só não foi totalmente perfeito, pois a sua filha Luna Hardman perdeu a final da divisão Júnior. À semelhança do que sucedeu nas três etapas anteriores, a final foi disputada entre Luna e Isabelli Nunes. Pela segunda vez em 2022, Isabelli derrotou Luna Hardman, colocando um ponto final na sequência de duas vitórias consecutivas da filha de Neymara. 

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • praia
  • mar
  • bodyboard
  • Competição
  • IBC World Tour
  • IBC
  • International Bodyboarding Corporation
  • Mariana Nogueira
  • Wahine Bodyboard Pro
  • Neymara Carvalho
  • Brasil
  • Isabelli Nunes
  • Luna Hardman
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
dezembro 05
492 vidas já foram salvas pela Marinha desde o início do ano
dezembro 05
Mundial ISA de Surf Adaptado já está na água: como ver a Seleção Nacional?
dezembro 05
Frederico Morais para Teresa Bonvalot: 'Tens de estar é orgulhosa da atleta que foste este ano'
dezembro 05
Já não chega proteger a biodiversidade: restaurar é o caminho
dezembro 02
Ericeira Surf Clube participa em projeto que promove a sustentabilidade ambiental e não só
dezembro 02
Primeiro fim de semana de dezembro vai ser frio, cinzento e chuvoso
dezembro 02
Grupos central e oriental dos Açores com aviso amarelo devido ao mau tempo e mar agitado