Homepage

  • Dia Mundial dos Oceanos celebra-se esta quarta-feira com apelo à revitalização
    08 junho 2022
    arrow
    arrow
  • O tema para este ano é: 'Revitalização: Ação Coletiva para o Oceano'.
  • Assim acontece anualmente a cada 8 de junho. Celebra-se o Dia Mundial dos Oceanos, que teve origem em 1992 após a realização da Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento, no Rio de Janeiro, Brasil. Em 2008 foi decretado pela Assembleia Geral das Nações Unidas. 

    Este ano, o tema é: "Revitalização: Ação Coletiva para o Oceano'. Os oceanos cobrem 70% do planeta Terra e produzem 50% do oxigénio. Porém, cada vez mais os oceanos têm vindo a sofrer com o impacto do aquecimento global, absorvendo 30% do dióxido de carbono.

    No âmbito deste dia figuras de vários setores, como políticos, celebridades, ativistas e empreendedores vão reunir-se na sede da ONU, em Nova Iorque, num encontro que visa "inspirar e pedir mudanças colaborativas em prol dos oceanos, que absorvem 30% do dióxido de carbono produzido pelos seres humanos", diz a entidade no seu sítio oficial de internet.

    No evento, o ministro dos Negócios Estrangeiros, João Gomes Cravinho, estará em representação de Portugal como coanfitrião da Conferência dos Oceanos das Nações Unidas, que decorrerá em Lisboa de 27 de junho a 1 de julho, numa parceria com o Quénia.

    Em entrevista concedida à agência noticiosa Lusa, o governante afirmou que vai destacar a "situação verdadeiramente perigosa" da saúde dos oceanos e o papel de Portugal em torno deste tema.

    "Naturalmente que vamos chamar a atenção para a forma como Portugal procura desempenhar aqui um papel muito especial na comunidade internacional em torno da problemática dos oceanos. Os oceanos não são propriamente um tema novo para Portugal. Pelo contrário, a história de Portugal está profundamente ligada aos oceanos", começou por dizer Cravinho.

    "Hoje temos uma situação verdadeiramente perigosa relacionada com a perda de saúde dos oceanos, a acidificação dos oceanos, o impacto que as alterações climáticas têm sobre os oceanos e a degradação da capacidade de descarbonização, que é uma capacidade muito importante que os oceanos desempenham em termos do ambiente internacional", disse o ministro.

    Já António Guterres, secretário-geral da ONU, sublinha que uma “proporção significativa dos recifes de corais já foi destruída”, além da "poluição causada por plástico ter chegado até as ilhas mais remotas e às áreas mais profundas dos oceanos”.  

    Segundo Guterres é preciso com “urgência, de ação coletiva para revitalizar os oceanos” e para isso sugere que seja encontrado “um novo equilíbrio na nossa relação com o meio ambiente marinho, trabalhando em conjunto com a natureza e não contra ela”. 

     

     

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf! 

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • ONU
  • Nações Unidas
  • António Guterres
  • Dia Mundial dos Oceanos
  • Ecossistema
  • Natureza
  • Poluição
  • Poluição marinha
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
novembro 25
Sol fica só até sábado: chuva volta no domingo
novembro 24
Seleção Nacional de Surf Adaptado quer medalhas no Mundial ISA 2022
novembro 24
Prolongado aviso de agitação marítima na Madeira
novembro 23
O que esperar do grande swell que vai entrar na Nazaré?
novembro 23
Divulgados os convocados da Seleção Nacional de Surf Adaptado para o Mundial ISA 2022
novembro 23
Cuidados a ter por causa da forte agitação marítima esperada
novembro 23
Guilherme Ribeiro e Justin Mujica recebem wildcards para o Special Event do circuito ASCC Caparica Power