Homepage

  • Mundial Junior conta com 45 países e muitos nomes sonantes em prova
    24 maio 2022
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    ISA
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Seleção portuguesa é uma das candidatas aos lugares cimeiros, mas a concorrência é forte…
  • É já a partir de sexta-feira, 27 de Maio, que tem início o Mundial Júnior ISA, que está de regresso depois do período pandémico e que vai levar o futuro do surf mundial até às cada vez mais famosas ondas de El Salvador. Foi lá que em 2021 se disputaram as derradeiras vagas para os Jogos Olímpicos de Tóquio e é também no país da América Central que o CT vai fazer estreia, dias depois de terminado este evento que reúne centenas de jovens surfistas e 45 seleções de todo o Mundo.

    A luta pelas medalhas de ouro vão decorrer até 5 de Junho – seria uma ideia plausível juntar ao ouro wildcards para a etapa do CT, que se vai realizar ali mais ao lado, em La Libertad, a partir de 12 de Junho. A Seleção portuguesa é uma das muitas que vai tentar o ataque aos primeiros lugares do ranking, mas a concorrência promete ser forte. Até porque há vários nomes sonantes em jogo.

    Se do lado nacional nomes como Gabriela Dinis (Sub-18), Martim Nunes (Sub-18), Maria Salgado (Sub-16), Matias Canhoto ou Martim Fortes (Sub-16) podem aspirar a lutar pelos lugares cimeiros, há outras seleções que apresentam surfistas já com algum andamento competitivo a nível internacional e até com bastante mediatismo.  

    A Austrália, por exemplo, vai a jogo com Sierra Kerr em Sub-16 femininos e com Marlon e Ellie Harrison, em Sub-18 masculinos e Sub-18 femiminos, respetivamente. Já o Brasil leva Laura Raupp e Isabelle Nalu em Sub-16 feminino e Ryan Kainalo em Sub-18 masculino. A histórica seleção peruana será “capitaneada” por Arena Rodríguez, que está a competir nas Challenger Series. Já os Estados Unidos contam com nomes fortíssimos, como Bella Kenworthy (Sub-16 feminino), Zoe Benedetto (Sub-18 feminino) e Ryan Huackabee (Sub-18 masculino).

    Já em relação aos nossos eternos rivais, os nomes sonantes franceses são Aelan Vaast (Sub-18 feminino) e Noa Dupouy (Sub-18 masculino), enquanto a Espanha vai competir com os dois manos Odriozola na equipa, estando Kai em Sub-18 e Hans em Sub-16, além de Lucia Machado e Janire Gonzalez Etxabarri em Sub-18 feminino – a irmã de Janire, Annette, compete em Sub-16. Ainda na Europa, destaque para a Alemanha, que dos oito selecionados apenas um reside mesmo em território alemão. Os outros residem desde o Havai até Portugal, passando por Canárias, México ou Califórnia.

    Entre os mais jovens talentos do surf mundial destaque para Erin Brooks, de 14 anos, considerada a jovem surfista mais progressiva do Mundo, que vai representar o Canadá, embora tenha nascido nos Estados Unidos. Também a estrela do skate mundial Sky Brown vai estar presente com a seleção inglesa. Assim como o havaiano Jackson Dorian, filho do lendário Shane Dorian. Além deste pequeno grande talento, o Havai conta ainda com nomes como Shion Crawford, Pua Desoto, Luke Swanson ou Kai Martin.  

    Algumas curiosidades

    Equipas completas (15): Portugal, Argentina, Austrália, Brasil, Equador, Inglaterra, França, Havai, Japão, Nova Zelândia, Peru, Porto Rico, África do Sul, Espanha e Estados Unidos

    *Outros países podem também ter equipas completas, embora com repetição de surfistas nos diferentes escalões.

    Surfistas mais novos em prova

    Trent Corbin (Barbados), 10 anos;
    Darlyn Ramirez (Guatemala), 11 anos;
    Junior Leone (Guatemala) 10 anos;
    Cheyenne Patino-Ubeda (Trinidad e Tobago) 10 anos;

    Seleções com menos surfistas

    Grécia - Mateo Christodulu, 14 anos;
    Filipinas - Noa Arkfeld, 17 anos;

    Surfistas que residem em Portugal e competem por outros países

    Louis Escudeiro, (Bélgica) Algarve;
    Samuel Hearn, (Inglaterra) Aljezur;
    Kekoa Hummel, (Alemanha) Matosinhos;
    Julian Seyffert, (Países Baixos) Albufeira;

    Surfistas que têm ondas portuguesas como favoritas

    Louis Escudeiros (Bélgica), Supertubos;
    Jorre Clayes (Bélgica) Baleal;
    Lars Peeters (Bélgica) Ribeira d’Ilhas;
    Kieron Smtih (Inglaterra) Supertubos;
    Samuel Hearn (Iglaterra) Supertubos;
    Kekoa Hummel (Alemanha) Leça da Palmeira;
    Julian Seyffert (Países Baixos) Supertubos;
    Matias Canhoto (Portugal) Supertubos;
    Maria Salgado (Portugal) Santa Cruz;
    Jaime Veselko (Portugal) Carcavelos;
    Gabriela Dinis (Portugal) Coxos;
    Francisco Ordonhas (Portugal) Carcavelos;
    Maria Dias (Portugal) Peniche;
    Martim Nunes (Portugal) Praia Grande;
    Francisco Queimado (Portugal) Coxos;
    Erica Máximo (Portugal) Carcavelos;
    Martim Fortes (Portugal) Coxos;
    Benedita Teixeira (Portugal) Ponta Ruiva;

    Seleções mais “exóticas”: Finlândia, China Taipé, Grécia, Filipinas, Senegal, Suécia, Suíça, Tailândia, Trinidad e Tobago.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • El Salvador
  • Portugal
  • Mundial Junior ISA
  • Fotografia
    ISA
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
julho 03
Martim Nunes e Erica Máximo são os novos campeões nacionais Sub-20
julho 02
Declaração de Lisboa aprovada no fecho da Conferência dos Oceanos
julho 01
Subida da temperatura e diminuição da intensidade do vento no fim de semana
julho 01
Conferência dos Oceanos encerra esta sexta-feira com adoção da Declaração de Lisboa
julho 01
Biodiversidade vai ser afetada com a mineração do mar profundo
junho 30
Maya Gabeira é Campeã para o Oceano e a Juventude da UNESCO
junho 30
Revelados os competidores do Softboard Heroes 2022