Homepage

  • Mundial Junior conta com 45 países e muitos nomes sonantes em prova
    24 maio 2022
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    ISA
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Seleção portuguesa é uma das candidatas aos lugares cimeiros, mas a concorrência é forte…
  • É já a partir de sexta-feira, 27 de Maio, que tem início o Mundial Júnior ISA, que está de regresso depois do período pandémico e que vai levar o futuro do surf mundial até às cada vez mais famosas ondas de El Salvador. Foi lá que em 2021 se disputaram as derradeiras vagas para os Jogos Olímpicos de Tóquio e é também no país da América Central que o CT vai fazer estreia, dias depois de terminado este evento que reúne centenas de jovens surfistas e 45 seleções de todo o Mundo.

    A luta pelas medalhas de ouro vão decorrer até 5 de Junho – seria uma ideia plausível juntar ao ouro wildcards para a etapa do CT, que se vai realizar ali mais ao lado, em La Libertad, a partir de 12 de Junho. A Seleção portuguesa é uma das muitas que vai tentar o ataque aos primeiros lugares do ranking, mas a concorrência promete ser forte. Até porque há vários nomes sonantes em jogo.

    Se do lado nacional nomes como Gabriela Dinis (Sub-18), Martim Nunes (Sub-18), Maria Salgado (Sub-16), Matias Canhoto ou Martim Fortes (Sub-16) podem aspirar a lutar pelos lugares cimeiros, há outras seleções que apresentam surfistas já com algum andamento competitivo a nível internacional e até com bastante mediatismo.  

    A Austrália, por exemplo, vai a jogo com Sierra Kerr em Sub-16 femininos e com Marlon e Ellie Harrison, em Sub-18 masculinos e Sub-18 femiminos, respetivamente. Já o Brasil leva Laura Raupp e Isabelle Nalu em Sub-16 feminino e Ryan Kainalo em Sub-18 masculino. A histórica seleção peruana será “capitaneada” por Arena Rodríguez, que está a competir nas Challenger Series. Já os Estados Unidos contam com nomes fortíssimos, como Bella Kenworthy (Sub-16 feminino), Zoe Benedetto (Sub-18 feminino) e Ryan Huackabee (Sub-18 masculino).

    Já em relação aos nossos eternos rivais, os nomes sonantes franceses são Aelan Vaast (Sub-18 feminino) e Noa Dupouy (Sub-18 masculino), enquanto a Espanha vai competir com os dois manos Odriozola na equipa, estando Kai em Sub-18 e Hans em Sub-16, além de Lucia Machado e Janire Gonzalez Etxabarri em Sub-18 feminino – a irmã de Janire, Annette, compete em Sub-16. Ainda na Europa, destaque para a Alemanha, que dos oito selecionados apenas um reside mesmo em território alemão. Os outros residem desde o Havai até Portugal, passando por Canárias, México ou Califórnia.

    Entre os mais jovens talentos do surf mundial destaque para Erin Brooks, de 14 anos, considerada a jovem surfista mais progressiva do Mundo, que vai representar o Canadá, embora tenha nascido nos Estados Unidos. Também a estrela do skate mundial Sky Brown vai estar presente com a seleção inglesa. Assim como o havaiano Jackson Dorian, filho do lendário Shane Dorian. Além deste pequeno grande talento, o Havai conta ainda com nomes como Shion Crawford, Pua Desoto, Luke Swanson ou Kai Martin.  

    Algumas curiosidades

    Equipas completas (15): Portugal, Argentina, Austrália, Brasil, Equador, Inglaterra, França, Havai, Japão, Nova Zelândia, Peru, Porto Rico, África do Sul, Espanha e Estados Unidos

    *Outros países podem também ter equipas completas, embora com repetição de surfistas nos diferentes escalões.

    Surfistas mais novos em prova

    Trent Corbin (Barbados), 10 anos;
    Darlyn Ramirez (Guatemala), 11 anos;
    Junior Leone (Guatemala) 10 anos;
    Cheyenne Patino-Ubeda (Trinidad e Tobago) 10 anos;

    Seleções com menos surfistas

    Grécia - Mateo Christodulu, 14 anos;
    Filipinas - Noa Arkfeld, 17 anos;

    Surfistas que residem em Portugal e competem por outros países

    Louis Escudeiro, (Bélgica) Algarve;
    Samuel Hearn, (Inglaterra) Aljezur;
    Kekoa Hummel, (Alemanha) Matosinhos;
    Julian Seyffert, (Países Baixos) Albufeira;

    Surfistas que têm ondas portuguesas como favoritas

    Louis Escudeiros (Bélgica), Supertubos;
    Jorre Clayes (Bélgica) Baleal;
    Lars Peeters (Bélgica) Ribeira d’Ilhas;
    Kieron Smtih (Inglaterra) Supertubos;
    Samuel Hearn (Iglaterra) Supertubos;
    Kekoa Hummel (Alemanha) Leça da Palmeira;
    Julian Seyffert (Países Baixos) Supertubos;
    Matias Canhoto (Portugal) Supertubos;
    Maria Salgado (Portugal) Santa Cruz;
    Jaime Veselko (Portugal) Carcavelos;
    Gabriela Dinis (Portugal) Coxos;
    Francisco Ordonhas (Portugal) Carcavelos;
    Maria Dias (Portugal) Peniche;
    Martim Nunes (Portugal) Praia Grande;
    Francisco Queimado (Portugal) Coxos;
    Erica Máximo (Portugal) Carcavelos;
    Martim Fortes (Portugal) Coxos;
    Benedita Teixeira (Portugal) Ponta Ruiva;

    Seleções mais “exóticas”: Finlândia, China Taipé, Grécia, Filipinas, Senegal, Suécia, Suíça, Tailândia, Trinidad e Tobago.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • El Salvador
  • Portugal
  • Mundial Junior ISA
  • Fotografia
    ISA
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
novembro 30
Portugal segue na corrida às medalhas no Rio de Janeiro
novembro 29
Jornada agridoce para Portugal na Macumba das ondas pequenas
novembro 30
Os primos que levaram São Tomé e Príncipe ao Mundial ISA Júnior do Brasil
novembro 30
Mariana Rocha Assis vítima de assédio com fotos de nudez geradas pela... inteligência artificial
novembro 30
Nic von Rupp novamente convidado para o The Eddie Aikau Big Wave Invitational
novembro 30
Matosinhos Surf School Cup 2023 com regresso marcado para sábado
novembro 29
Portugal regista primeira eliminação no Mundial ISA Júnior do Brasil