Homepage

  • Campeões mundiais vencem o Iquique Bodyboard Pro
    16 maio 2022
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    IBC World Tour/Cristóbal Sciaraffia
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Na categoria Júnior, o peruano Maycol Yancce arrecadou o triunfo, o segundo do ano.
  • Terminou no passado sábado o Iquique Bodyboard Pro, aquela que foi a segunda etapa da perna chilena do circuito mundial de bodyboard de 2022.

    No dia das finais, realizaram-se 13 baterias até serem conhecidos todos os campeões da etapa disputada ao longo da semana no pico de La Punta 2. E no fim foram os atuais campeões do mundo Open a reinar neste point break sul-americano.

    O derradeiro dia de competição não contou com nenhum membro da armada lusa. Joel Rodrigues e Joana Schenker foram eliminados na véspera, tendo alcançado o quinto posto da categoria Júnior e divisão Open feminina, respetivamente. Já Teresa Padrela, atual campeã nacional Open, abriu a época com um 13º lugar, depois de ter sido eliminada na ronda 5.

    Não houve Portugal na água, mas não faltou animação em Iquique. No Open masculino, que teve em Playa Bellavista a segunda prova do ano, o triunfo coube a Tristan Roberts. Depois de ter sido vice-campeão em Arica, onde só foi superado pela performance estratosférica de Amaury Lavernhe, o vigente campeão mundial desta vez gritou vitória e em grande estilo. 

    Na final, que teve um nível de excelência, o bodyboarder sul-africano selou o triunfo com um score combinado de 19,50 pontos em 20 possíveis. Cortesia de uma nota máxima (10,00 pts) e de um backup de 9,50 pts. Num circuito em que no final contam os quatro melhores resultados ao longo do ano, Tristan mostra com este tremendo início de época que é muito provavelmente o grande favorito à conquista do título mundial, neste caso a revalidação do mesmo.

    Depois de ter suplantado os chilenos Cristian Tapia e Alan Muñoz nos quartos e meias-finais, respetivamente, Roberts rematou a gesta com uma verdadeira performance à campeão do mundo, que levou de vencida o jovem Lionel Medina. Com apelido de lenda do surf, o bodyboarder canário também não esteve nada mal, bem pelo contrário. O campeão do Frontón King em 2020 fechou a final com um agregado de 15,50 pts (8,00 + 7,50).

    Por sua vez, no setor feminino tivemos Sari Ohhara a iniciar da melhor forma a defesa do título conquistado há mais de dois anos. A 'carrasca' de Joana Schenker nos quartos-de-final, eliminou a nossa bem conhecida Isabela Sousa nas meias-finais e depois, no heat de todas as decisões, vergou a lendária Neymara Carvalho. Numa final algo morna, Sari controlou os acontecimentos e bateu a bodyboarder brasileira com um score combinado de 11,75 pts face aos 7,60 pts da oponente.

    Para Neymara, cinco vezes campeã mundial de bodyboard, não deu vitória, mas foi muito bonito ver como aos 46 anos esta gigante do bodyboard ainda permanece ultra competitiva. Basta ver que na sua caminhada até à final, Neymara Carvalho eliminou duas antigas campeãs do mundo, a canária Alexandra Rinder e Ayaka Suzuki.

    Depois do que fez o trintão Amaury Lavernhe em Arica e a aparição de Mike Stewart no circuito a poucos dias de completar 59 anos, a velha guarda continua a mostrar-se viva nos maiores palcos do bodyboard mundial. É simplesmente maravilhoso!

    Quanto à prova destinada à categoria Júnior, a terceira deste ano de 2022, o triunfo coube a Maycol Yancce, que já havia vencido no arranque da época em Lurín, derrotando então Joel Rodrigues no heat decisivo.

    A final 100% peruana, o outro competidor foi Fabio Saavedra, foi bastante equilibrada, prova disso é o facto dos dois jovens bodyboarders terem ficado separados por apenas 0,50 pts. Maycol somou 12,50 pts face aos 12,00 de Saavedra.

    Corados os campeões em Iquique, a caravana do Mundial de Bodyboard segue agora para aquele que é o último destino por terras chilenas: Antofagasta. O Antofagasta Bodyboard Festival tem o período de espera de 19 a 29 de maio. 

    Competição não vai faltar, pois em ação vão estar as divisões Open (masculino + feminino) Júnior (masculino + feminino) e o dropknee, que terá aqui a primeira de quatro etapas em agenda para 2022. Sem dúvida, um programa recheado! 

     

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • praia
  • mar
  • bodyboard
  • IBC World Tour
  • IBC
  • tristan roberts
  • Sari Ohhara
  • Chile
  • Iquique Bodyboard Pro
  • Competição
  • Iquique
  • Fotografia
    IBC World Tour/Cristóbal Sciaraffia
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
junho 28
Surfrider Foundation Europe promove limpeza da foz do rio Trancão na quinta-feira
junho 28
Campeões do III São Vicente SUP Challenge coroados em Ponta Delgada
junho 28
Teresa Bonvalot fez o pleno de conquistas nos Açores
junho 28
Projeto 'Surf & Rescue' prestes a estrear-se em Viana do Castelo
junho 27
Frederico Morais fala em 'toque especial' na vitória nos Açores
junho 28
António Costa promete 30% das áreas marinhas nacionais classificadas até 2030
junho 28
Heats revelados para a etapa final do Junior Tour