Homepage

  • Joel Parkinson vai ter o nome no Surfing Hall of Fame australiano
    08 abril 2022
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    WSL
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Campeão mundial de 2012 deixou marca própria no surf mundial.
  • Joel Parkinson é um dos nomes mais incontornáveis do surf moderno, no presente século. E no próximo dia 7 de Maio vai ver reconhecido todo o contributo que teve para o surf australiano. Parko será o 44.º surfista a ver o nome entrar no Australian Surfing Hall of Fame, juntando-se a outros nomes importantes, como o do grande amigo e companheiro de geração Mick Fanning.

    Campeão mundial em 2012, depois de ter chegado perto do título por inúmeras vezes, Parko foi um competidor letal, que deu nas vistas a nível internacional desde muito cedo. Em 1999, ainda como wildcard, o surfista australiano mostrou-se ao Mundo com um triunfo na icónica onda de Jeffreys Bay, na África do Sul.

    Seguiram-se mais 11 triunfos no CT, com esse título de 2012, um dos mais emocionantes da história, onde quebrou a malapata, após vencer ao “sprint” frente a Kelly Slater em Pipeline. Em 2018 anunciou o fim da carreira competitiva, deixando o Tour após 18 temporadas recheadas de sucesso.

    A história de Parko interliga-se com a de Mick Fanning, que ganhou mais dois títulos mundiais que o amigo. E também com a de Dean “Dingo” Morrison. Foram eles os três mais proeminentes surfistas do grupo que foi apelidado de “Collie Kids”, que a partir de Coolangatta, na Gold Coast, partiram para o Mundo, ajudando a transformar o surf australiano no final da década de 90. O resto foi história, sobretudo para Parkinson e Fanning.

    Agora, o surfista que faz 41 anos este domingo, vai ver o seu nome entrar no Hall of Fame do surf australiano. Uma homenagem justa ao impacto que teve em termos competitivo, numa cerimónia que acontece a 7 de Maio na Gold Coast.

    Nick Carroll, famoso jornalista de surf australiano, irmão do lendário Tom Carroll e curador do Australian Surfing Hall of Fame define Parko como um dos surfistas australianos mais inspiradores dos últimos 25 anos. “O seu título mundial em 2012, em conjunto com os quatro vice-títulos mundiais e as múltiplas vitórias em etapas ao redor do Mundo, são testemunho suficiente”, frisa Carroll, que aponta ainda um estilo único que faz com que qualquer pessoa “o reconheça imediatamente numa onda”.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

     

Tags
  • Joel Parkinson
  • Australian Surfing Hall of Fame
  • Fotografia
    WSL
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
fevereiro 01
Surf nacional lamenta perda de Pedro Lacerda
fevereiro 03
Lucas Fink, de Ipanema para as ondas grandes da Nazaré com a prancha de skimboard: 'Se o teu sonho não te dá medo, não estás a sonhar alto'
fevereiro 03
Sol e temperaturas acima dos 20ºC no primeiro fim de semana de fevereiro
fevereiro 03
Está a chegar o Circuito Regional de Surf do Sul 2023!
fevereiro 02
Tempo frio ainda deixa três distritos sob aviso amarelo
fevereiro 02
Praia da Empa coroou vencedores do Science Ericeira 2022
fevereiro 01
FUEL TV assegura transmissão do Winter Dew Tour 2023 à escala global