Homepage

  • Joel Rodrigues e o balanço da perna peruana: 'O melhor não foram só os resultados'
    24 março 2022
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    CNBB CA/Facebook João Rodrigues
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Já regressado a Portugal, o jovem bodyboarder mostrou algum descontentamento com os critérios de julgamento aplicados no Marcona Pro.
  • O Peru foi palco das duas primeiras etapas do circuito mundial de bodyboard de 2022, que voltou à água após um longuíssimo hiato provocado pela pandemia. Este foi superior a dois anos.

    Os campeonatos disputados naquele país foram destinados à categoria Júnior. Sem grande surpresa, os heat draws foram compostos por vários jovens bodyboarders sul-americanos. No entanto é recorrente dizer que há sempre um português em cada canto. E assim foi neste início de temporada da competição que pela primeira vez é promovida pela International Bodyboarding Corporation (IBC). 

    Em território inca, Joel Rodrigues defendeu a honra do bodyboard luso. Vice-campeão mundial Júnior em 2021, Joel não se deu nada mal nas ondas peruanas. Realizadas duas etapas, Rodrigues ocupa o terceiro posto do ranking mundial. Já somou 3180 pontos, fruto de ter sido vice-campeão da etapa de Lurin e do terceiro posto alcançado em Marcona, etapa essa onde obteve uma nota 10 nos quartos-de-final.

    Já regressado a Portugal, o bodyboarder nortenho fez o balanço deste arranque mundialista através das redes sociais. E na memória não fica apenas o desempenho na água. Joel Rodrigues diz que o melhor "não foram só os resultados", mas sim as "pessoas que fizeram parte deste campeonato, todos os atletas e organização". 

    Quanto aos campeonatos, o jovem bodyboarder luso explica: "Na primeira etapa, obtive um bom segundo lugar, que garante a luta pelo título na etapa final nas Canárias. Consegui sempre manter um bom nível, mas na final não consegui encontrar as melhores ondas", começou por dizer o múltiplo campeão nacional de bodyboard nos escalões jovens.

    No que toca ao Marcona Pro, Joel Rodrigues mostrou algum descontentamento com os critérios de julgamento aplicados. "Na segunda etapa, obtive um terceiro lugar. Tive um desempenho ao meu melhor nível e mesmo assim acharam que não foi suficiente para passar à finalíssima. Estas coisas só me motivam para ser ainda melhor nas próximas etapas", assegura Joel, que nesta aventura peruana fez-se acompanhar pelo seu pai. 

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • praia
  • mar
  • IBC World Tour
  • IBC
  • International Bodyboarding Corporation
  • Joel Rodrigues
  • Portugal
  • bodyboard
  • Competição
  • Circuito Mundial de Bodyboard
  • Fotografia
    CNBB CA/Facebook João Rodrigues
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
julho 02
Declaração de Lisboa aprovada no fecho da Conferência dos Oceanos
julho 01
Subida da temperatura e diminuição da intensidade do vento no fim de semana
julho 01
Conferência dos Oceanos encerra esta sexta-feira com adoção da Declaração de Lisboa
julho 01
Biodiversidade vai ser afetada com a mineração do mar profundo
junho 30
Maya Gabeira é Campeã para o Oceano e a Juventude da UNESCO
junho 30
Revelados os competidores do Softboard Heroes 2022
junho 30
Projeto 'ReDuna' está em ação na Praia de São João da Caparica