Homepage

  • A remada perdeu importância na Nazaré!? Justine Dupont responsabiliza a comunicação social
    24 fevereiro 2022
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    WSL/Antoine Justes
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • A surfista gaulesa diz que esta temporada tem havido "muitos e bons dias de remada" na Praia do Norte.
  • Não num passado muito distante, o Canhão da Nazaré foi palco de um campeonato de remada, que até fazia parte do calendário do antigo Mundial de Ondas Grandes. Falamos do Nazaré Challlenge, que teve como campeões o australiano Jamie Mitchell (2016) e o brasileiro Lucas Chianca (2017).

    Porém, enquanto a remada tinha a sua prova, o tow-in começou aos poucos a ganhar o seu espaço na Praia do Norte. Até que assumiu um papel primordial na reestruturação que a World Surf League (WSL) fez dos campeonatos de ondas grandes, tendo extinguido o Mundial da especialidade. 

    Nesta nova vida do surf de ondas grandes, desde 2020 que realiza-se o Nazaré Tow Surfing Challenge, uma competição dedicada em exclusivo ao tow-in. Em termos femininos, a Justine Dupont é a surfista que já obteve maior sucesso nesse mesmo evento. Em três edições, venceu por duas ocasiões a categoria feminina. No entanto, sempre que a oportunidade surge, a surfista de 30 anos também fez incursões de remada pelo mar da Praia do Norte.

    Em entrevista concedida ao site 'Magicseaweed', Justine deu a sua opinião em relação sobre o assunto remada na Nazaré. Está ou não a perder importância? "Na verdade, esta temporada tem havido muitos e bons dias de remada. Contudo, acho que a comunicação social apenas presta atenção aqueles dias gigantes de tow-in e não cobrem muito os dias de remada", entende Dupont.

    E a dissertação continua com Justine a defender o regresso de um evento de remada à Praia do Norte, adotando a mesma posição tomada não há muito pelo jovem António Laureano, o seu parceiro no malfadado Nazaré Tow Surfing Challenge de 2021/2022 para esta dupla.

    "Seria bom que voltasse. Por vezes, há anos complicados para a remada, mas esta época tem sido incrível. Têm existido tantas oportunidades", observou a surfista gaulesa.

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • praia
  • mar
  • Surf
  • ondas grandes
  • Canhão da Nazaré
  • praia do norte
  • Tow-in
  • Remada
  • Portugal
  • Inverno
  • Temporada
  • Competição
  • Justine Dupont
  • Fotografia
    WSL/Antoine Justes
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
novembro 30
Chuva não fica para o feriado: sol vai brilhar
novembro 29
Governo australiano é contra a inclusão da Grande Barreira de Coral na lista de Património Mundial em perigo
novembro 29
38 anos depois, acordou o maior vulcão ativo do mundo
novembro 29
Agitação marítima volta esta quarta-feira com sete distritos sob aviso amarelo
novembro 28
Ondas até 5 metros deixam oito distritos sob aviso amarelo
novembro 28
João Dantas e Frederico Carrilho são campeões nacionais de longboard
novembro 28
Joana Schenker deu palestra sobre o oceano em escola de Faro