Homepage

  • É CT e Mundial ISA. El Salvador meteu-se no mapa das grandes competições internacionais de surf
    20 janeiro 2022
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    ISA
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Quando poucos o faziam prever, eis que o país localizado na América Central ganhou relevância no universo WSL e ISA.
  • As últimas novidades relacionadas com o calendário de 2022 do Championship Tour (CT) trouxeram a inclusão à última hora de um novo país nas lides mundialistas.

    Trata-se de El Salvador, um pequeno país localizado na América Central e que fez fronteira com as Honduras e Guatemala.

    Pela primeira vez na história, o país cuja capital é São Salvador irá acolher uma etapa da divisão máxima do surf mundial. Com o período de espera de 12 a 20 de junho, o evento a disputar em Punta Roca será o sétimo da temporada regular. Tomou o lugar da prova de Trestles, que pelo segundo ano consecutivo vai receber a finalíssima e coroar os campeões mundiais. 

    Para muitos a aparição de El Salvador nestes ambientes pode gerar surpresa e alguma desconfiança quanto à real valia daqueles surf spots para fazer parte do Dream Tour.

    Porém, esta entrada de El Salvador no CT vem vincar a chancela de que este é um país que vive dias de plena inclusão nos grandes competições do surf internacional.

    Mérito da aposta das autoridades governamentais no desenvolvimento do conceito Surf City, tendo encontrado aqui uma forma de promover o país, a hospitalidade deste povo e todo o potencial dos diversos spots para acolherem competições internacionais de surf, mas também o próprio free surf.

    Para além da esfera da World Surf League, El Salvador encontrou na Associação Internacional de Surf (ISA) um "grande sócio", como diz o presidente Nayib Bukele, ideia que também é partilhada pelo presidente da ISA, Fernando Aguerre.

    O ano passado os picos de La Bocana e El Sunzal receberam o Mundial ISA, que serviu de apuramento para as últimas vagas olímpicas de Tóquio'2020. Uma competição na qual Portugal teve uma participação histórica.

    O sucesso desta incursão foi tal que a edição de 2023 dos ISA World Surfing Games vai ser novamente em El Salvador. Um campeonato onde muito provavelmente estará em jogo novo apuramento olímpico, desta feita para Paris'2024. O rol de competições por estas paragens fica completo com a realização do Mundial ISA Júnior, já neste ano de 2022. 

    Diz Bukele que o "surf muda a vida das pessoas", neste caso está também a mudar a imagem de um país que muitos desconheciam aquilo que tinha para oferecer.

     

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf! 

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • praia
  • mar
  • Surf
  • Competição
  • WSL
  • World Surf League
  • ISA
  • International Surfing Association
  • Fotografia
    ISA
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
janeiro 31
Luke Shepardson, o vencedor improvável do Eddie Aikau que passou a ter um dia no Havai com o seu nome
janeiro 31
Surf adaptado mantem bem vivo o sonho da inclusão nos Jogos Paralímpicos de Los Angeles 2028
janeiro 31
Ondas da Praia da Vigia consagraram campeões do Circuito Sealand Santa Cruz 2022
janeiro 30
Validade da certificação dos nadadores-salvadores prorrogada até ao final de 2023
janeiro 30
Conhecido calendário dos circuitos regionais de bodyboard para 2023
janeiro 30
FPS vai realizar dois cursos online de juízes de surf em fevereiro
janeiro 30
Frio não desarma e deixa todo o território continental em aviso amarelo