Homepage

  • Descoberto um dos maiores recifes de coral do mundo no Taiti
    24 janeiro 2022
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    UNESCO/Alexis Rosenfeld
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • No momento da descoberta, o recife de coral apresentava um imaculado estado de preservação.
  • É um achado! Uma equipa de mergulhadores da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) descobriu um gigante recife de coral perto da costa do Taiti, em pleno Oceano Pacífico.

    Tudo aconteceu no passado mês de novembro, aquando da realização de uma missão da UNESCO no âmbito do projeto Seabed 2030. Esse foi o momento em que os mergulhadores depararam-se com um cenário esplêndido, um recife de coral com a extensão de 3 quilómetros de comprimento e entre 60 a 65 metros de largura.

    Este recife de coral em tom de rosa foi descoberto a uma profundidade entre os 30 e 60 metros na denominada zona crepuscular do oceano, da qual existe pouca informação. Um achado "altamente incomum", segundo a UNESCO, isto porque a grande maioria dos recifes de coral da qual conhece-se a sua existência estão localizados até aos 25 metros de profundidade. 

    No momento da descoberta, o recife de coral apresentava um imaculado estado de preservação. Dada a sua alargada extensão, a UNESCO classificou este como um dos "recifes de coral mais extensos que já foram registados".

    Depois de mais de 200 horas de mergulho para estudar o recife, a UNESCO assegura que para o futuro estão planeados mais mergulhos naquela zona. Tudo com o intuito de continuar as investigações em torno do recife. 

    "Em 2019, a Polinésia Francesa sofreu um evento forte de branqueamento, no entanto, este recife de coral não parece ter sido afetado significativamente. A descoberta deste recife em tão bom estado é uma boa notícia e pode inspirar à futura conservação deste ecossistema. Achamos que os recifes mais profundos podem estar mais bem protegidos do aquecimento global", afirmou Laetitia Hedouin, investigadora do Centro Nacional de Pesquisa Científica de França (CNRS), em comunicado oficial da UNESCO. 

     

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Descoberta
  • Recifes de Coral
  • Taiti
  • Oceano Pacífico
  • Ecossistema
  • Meio Ambiente
  • Fotografia
    UNESCO/Alexis Rosenfeld
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
novembro 29
Agitação marítima volta esta quarta-feira com sete distritos sob aviso amarelo
novembro 29
38 anos depois, acordou o maior vulcão ativo do mundo
novembro 29
Governo australiano é contra a inclusão da Grande Barreira de Coral na lista de Património Mundial em perigo
novembro 28
Ondas até 5 metros deixam oito distritos sob aviso amarelo
novembro 28
João Dantas e Frederico Carrilho são campeões nacionais de longboard
novembro 28
Joana Schenker deu palestra sobre o oceano em escola de Faro
novembro 28
Ondas de gala coroaram vencedores do Special Event do circuito ASCC Caparica Power 2022