Homepage

  • O surf é para estar presente nas Olimpíadas de Los Angeles'2028, assim pretende o Comité Olímpico Internacional
    09 dezembro 2021
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    ISA/Ben Reed
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Segundo o presidente do COI, o desejo de incluir o surf baseia-se na "contribuição significativa para o sucesso, no geral, de Tóquio'2020" enquanto evento.
  • Os Jogos Olímpicos de Tóquio'2020, mas que foram realizados no verão de 2021 por causa da pandemia, ficaram marcados pela estreia de quatro modalidades nestas andanças. Dentro deste lote, esteve o surf. 

    Uma estreia no maior evento desportivo do mundo que veio a revelar-se um sucesso e que projetou o surf para níveis mediáticos nunca antes vistos. Depois da aparição no certame japonês, o surf tem igualmente confirmada a sua presença nos Jogos Olímpicos de Paris'2024. A prova não vai realizar-se num qualquer beachbreak do sudoeste francês, mas sim na pesada e tubular onda de Teahupoo, no longínquo Taiti, em pleno Oceano Pacífico. 

    O que vem a seguir a essas Olimpíadas tem vindo a permanecer no segredo dos deuses. No entanto, esta quinta-feira o Comité Olímpico Internacional (COI) começou a clarificar os seus planos a longo prazo para o surf em termos de Jogos Olímpicos.

    Após a reunião do conselho executivo do COI, a entidade presidida pelo alemão Thomas Bach anunciou que irá propor a continuidade do surf na lista de modalidades a fazer parte dos Jogos Olímpicos de Los Angeles'2028. Segundo o presidente do COI, o desejo de incluir o surf baseia-se na "contribuição significativa para o sucesso, no geral, de Tóquio'2020" enquanto evento.

    A confirmar-se a continuidade do surf no programa olímpico, esta não será vista como uma surpresa. Para além do já falado sucesso da estreia, o facto dessas Olimpíadas terem como sede a cidade norte-americana de Los Angeles torna quase indispensável a presença desta modalidade. Ali, em plena Califórnia, respira-se surf e o que não falta é praias com condições para albergar uma prova deste gabarito, como por exemplo a icónica Huntington Beach.

    E depois de Los Angeles, o surf em princípio também terá motivos para estar otimista quanto à inclusão olímpica em 2032. Tudo por causa da visita do mega evento à cidade australiana de Brisbane, outro local de excelência no que toca à prática desta modalidade. Para além das praias norte-americanas e australianas também não podemos excluir desta equação as piscinas de ondas artificiais, que cada vez mais proliferam. 

    Aguardemos por mais desenvolvimentos, mas parece que o surf veio mesmo para ficar em contexto de Jogos Olímpicos! 

     

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • praia
  • mar
  • Jogos Olímpicos
  • Surf
  • Competição
  • Los Angeles
  • COI
  • Comité Olímpico Internacional
  • Jogos Olímpicos de Los Angeles'2028
  • Fotografia
    ISA/Ben Reed
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
dezembro 02
Primeiro fim de semana de dezembro vai ser frio, cinzento e chuvoso
dezembro 02
Grupos central e oriental dos Açores com aviso amarelo devido ao mau tempo e mar agitado
dezembro 02
Seleção Nacional de Surf Adaptado já partiu para o Mundial ISA 2022
dezembro 02
Ericeira Surf Clube participa em projeto que promove a sustentabilidade ambiental e não só
novembro 30
Chuva não fica para o feriado: sol vai brilhar
novembro 29
Governo australiano é contra a inclusão da Grande Barreira de Coral na lista de Património Mundial em perigo
novembro 29
38 anos depois, acordou o maior vulcão ativo do mundo