Homepage

  • Marta Paço pisco o olho ao ouro com estreia auspiciosa
    09 dezembro 2021
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    ISA
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Jovem surfista de Viana do Castelo estreou-se no Mundial com um score de 16,33 pontos.
  • A Seleção Nacional de Parasurfing teve um brilhante segundo dia de participação no ISA World Parasurfing Championship, com Marta Paço a vencer a sua bateria e a conquistar o lugar na final da categoria Women VI1 e Nuno Vitorino a classificar-se em segundo lugar no seu heat da segunda ronda de Men Prone 2 (atrás do costa-riquenho Mathius Vanderhoogth), e garantindo, com o somatório dos pontos da primeira ronda, um lugar nos quartos-de-final desta categoria.

    Foi uma estreia auspiciosa para a jovem surfista de Viana do Castelo 16,33 pontos num máximo de 20, para não dar qualquer hipótese à concorrência, a espanhola Carmen Lopez (7,4 pontos) e a norte-americana Barbie Pacheco (1,27). Uma prestação que a coloca como grande favorita à medalha de ouro, ela que na final da categoria Women’s VI1 vai enfrentar novamente as mesmas adversárias.   

    Marta Paço, grande favorita ao título mundial, não escondeu a confiança após a prestação de hoje: “Fiquei super feliz com este resultado, o meu heat correu muito bem, ainda melhor do que imaginava. O mar estava com condições perfeitas para a minha categoria e pude mostrar a evolução do meu surf. Agora é trabalhar para manter o nível e, se conseguir, o ouro vai aparecer naturalmente.”

    Por sua vez, Nuno Vitorino, apesar de não ter vencido a bateria em que esteve, melhorou o registo da véspera e beneficiou desses 11,93 pontos para seguir em frente na competição. Na próxima fase, o surfista português vai enfrentar novamente o costarriquenho Mathius Vanderhooght, mas também o norte-americano Jose Martinez e o espanhol Angel Curiel.

    Nuno Vitorino foi mais comedido, até porque tem mais caminho pela frente até uma presença na final da sua classe, mas sempre confiante e bem disposto como lhe é habitual: “O resultado foi melhor que ontem [quando foi terceiro] mas ontem até me senti melhor. Seja como for, o que interessa é estarmos focados e a representar bem Portugal. Sinto-me muito focado como se fosse entrar agora na primeira bateria.”

    Acerca do espírito da Seleção, o experiente atleta, ex-paralímpico em Atenas 2004, acrescentou: “A equipa está com o melhor espírito possível, estamos todos a funcionar bem e está tudo a correr conforme os planos.”

    Camilo Abdula, terceiro elemento da Seleção, e que compete na classe Men Stand 1, não surfou hoje.

    O ISA World Parasurfing Championship decorre até sábado em Pismo Beach, Califórnia. Pode seguir tudo em direto em www.isasurf.org.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • ISA World Adaptive Surfing Championship
  • Surf Adaptado
  • Marta Paço
  • Nuno Vitorino
  • Pismo Beach
  • Fotografia
    ISA
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
outubro 03
Joel Rodrigues e Filipa Broeiro vice-campeões europeu de bodyboard
outubro 03
Surf Clube de Viana em destaque no Euro’Meet 2022 na Dinamarca
outubro 03
Francisco Santos sagra-se campeão nacional Sub-12
outubro 03
Rodrigo Carrajola sagra-se tricampeão nacional de bodysurf
setembro 30
Melhores bodysurfers nacionais a caminho da Praia do Guincho
setembro 30
Ondas de Peniche vão coroar o novo campeão nacional de Surf Esperanças Sub-16
setembro 30
Temperatura vai ultrapassar os 30ºC no primeiro fim de semana de outubro